Renato fala sobre mais uma vitória em Gre-Nal e revela o que disse para Léo Chú: "Entra no meu DVD"
Foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPA

O Grêmio venceu mais um Gre-Nal sob o comando de Renato Portaluppi. Já são 26 clássicos, com 10 vitórias, 12 empates e 4 derrotas. A vitória desta noite foi pelo placar de 1 a 0, com gol de Léo Chú. Após o confronto, o técnico gremista falou sobre a atuação da equipe com vários jogadores da base e sobre os reforços que estão chegando.

"Todo mundo fica feliz. A gente faz o trabalho do profissional com a base para colher frutos. Nesses últimos cinco anos sempre procuramos trabalhar com a base. Temos que ir com calma, para não queimá-los. Temos competições importantes pela frente, mas precisamos de experiência também. Estamos no caminho certo, só peço um pouco de calma ao torcedor. O Thiago Santos que está chegando vai nos ajudar. Não podemos nos precipitar e trazer jogadores errados."

Questionado sobre a equipe da partida de quarta, pela Libertadores, Renato preferiu manter o foco no duelo do Gauchão. Ele afirmou que segue observando e que já tem ideias para o próximo jogo.

"É a segunda partida do ano que eu tenho um time base para jogar. Com o time modificado o tempo todo é difícil. A cada jogo eu vou observando para colocar a campo o que tem de melhor. Amanhã já vamos estar trabalhando e segunda viajando para o equador. Sabemos que será um jogo importante. Quarta-feira eu sei mais ou menos o que vou fazer. Hoje temos que falar do Gre-Nal."

Uma das boas atuações gremistas da noite foi a do zagueiro Ruan. O jovem também vem da base e foi muito elogiado pelo comandante.

"O Ruan é um jogador que há um ano venho falando para apostar. Ele vai se destacar muito no grupo do Grêmio. Tanto ele quanto o Tonhão. Dou bastante conselhos para eles. O Ruan é bom na bola área, ele se impõe, tem velocidade. Provavelmente vai ser cobiçado pelos times europeus."

Renato falou também sobre as ausências de Jean Pyerre e Pepê. Ele afirmou que os atletas seguem se recuperando de lesões.

"O Jean Pyerre está no departamento médico e está se recuperando. Ele voltou a treinar no campo. O Pepê está correndo em volta do campo. Nós temos todo o cuidado com os jogadores que estão no departamento médico. Os processos estão demorado pois foram lesões sérias. "

Com boas atuações dos jovens da base e com a chegada de novos reforços, o técnico foi questionado sobre como vai lidar na hora de decidir o time. Ele destacou que o Grêmio tem várias competições e que todo mundo será importante no decorrer da temporada.

"Essa é a dor de cabeça que todo treinador gosta de ter. Gosto de botar os garotos para jogar, mas é importante ir com calma e soltar na hora certa. Precisamos também ter experiência. Temos várias competições pela frente e tem espaço para todo mundo."

Um dos nove garotos gremistas que terminaram o duelo nesta noite foi Ricardinho. Ele teve um momento dificil na última semana, pois perdeu o pai e o avô, vitimas de Covid-19. O técnico falou sobre a presença dele em campo.

"Ele é um garoto especial, que se entrega, um grande profissional. Ele perdeu o pai e o avô. Tive uma conversa com ele, perguntei se ele queria uns dias a mais de folga e ele usou uma expressão que me deu vontade de chorar, 'vou continuar trabalhando para realizar o sonho do meu pai e do meu avô de vestir a camisa do Grêmio'. É um jogador que tem um futuro. Deixei ele bem à vontade e hoje ele entrou muito bem."

Renato terminou contando o que disse para Léo Chú após o gol: "falei que o gol dele entra no meu DVD."

VAVEL Logo