Interino do JEC, Elizeu Ferreira minimiza tropeço e pede foco total para avançar no Catarinense
Foto: Vitor Forcellini/JEC

Ainda sem técnico desde a saída de Vinicius Eutrópio, o Joinville empatou em 2 a 2 com o Brusque no domingo (25), no primeiro jogo das quartas de final do Campeonato Catarinense, e aumentou para sete jogos o jejum de vitórias. 

"Temos totais condições de ir lá e vencer. Mesmo com pouco tempo de trabalho, são jogadores de extrema inteligência que conseguem fazer combinações e triangulações, principalmente com poderio ofensivo jogando entre as linhas e aproveitando os espaços que o adversário nos cedeu. Fiquei satisfeito pelo desempenho, entrega e dedicação deles, e faltou o capricho no terço final para fazer os gols e que a gente possa conseguir a classificação para a Série D no próximo ano. Estou muito confiante" , resumiu o interino Elizeu Ferreira, que comanda o Joinville desde a saída de Eutrópio.

Foto: Vitor Forcellini/JEC
Foto: Vitor Forcellini/JEC

O primeiro tempo foi movimentado. O Joinville abriu o placar logo aos três minutos de jogo, com Thiago Santos, mas foi substituído dez minutos depois ao sentir uma lesão. Principal destaque do Brusque, Thiago Alagoano obrigou o goleiro Fabian Volpi a fazer boa defesa em chute de fora da área e, na segunda tentativa, aos 30 minutos, empatou. O Brusque ainda teve gol anulado em finalização de Júnior Pirambu, que estava impedido. Para completar, na reta final Yann Rolim sofreu pênalti e Alison Mira colocou o JEC na frente outra vez.

O time da casa conseguiu administrar o resultado e teve outra boa chance em cabeçada de Alison Mira e chute de fora da área de Naldo, mas não aproveitou nenhuma das oportunidades.

Das sete substituições que aconteceram no segundo tempo, a mais decisiva envolveu Bruno Mota. Ele entrou na vaga de Pirambu e precisou de apenas 10 minutos para empatar o jogo com uma cabeçada que acertou o ângulo de Fabian Volpi.

"Principalmente quando jogamos dentro de casa a gente se expõe um pouco mais e precisamos fazer algumas correções, mas não temos muito tempo para trabalhar. A gente precisa entender a importância de ir atrás do resultado e ficar vulnerável, mas vamos tentar melhorar no próximo jogo. A gente começou a partida numa intensidade muito alta, tivemos oportunidade de fazer o terceiro, mas infelizmente não aconteceu", finalizou Elizeu​​​, que antes de ser técnico atuava como volante.

Próximos jogos

O reencontro de Brusque e Joinville é nesta quarta-feira (28) no Augusto Bauer. O time da casa possui a vantagem do empate porque terminou a fase de classificação na frente do rival.

Atual campeã, a Chapecoense também empatou no primeiro jogo das quartas de final - 0 a 0 com Hercílio Luz. Já Marcílio Dias e Avaí largaram em vantagem contra Juventus e Próspera, respectivamente, ao vencer por 1 a 0.

Quartas de final - jogos de volta

19h - Brusque x Joinville
19h - Juventus x Marcílio Dias
20h30 - Avaí x Próspera
21h30 - Chapecoense x Hercílio Luz​

VAVEL Logo