Primeiro decacampeão no mundo, América-MG celebra 109 anos
Foto: Divulgação América MG

Nesta sexta-feira (30) o primeiro Decacampeão da história do futebol completa 109 anos de existência: O América Futebol Clube. Bicampeão da série B (1997 e 2017) e campeão da série C (2009), o Coelho se modernizou na última década através da Arena Independência e pela quarta vez desde 2011 jogará a primeira divisão nacional.

Clube reconhecido pela potência nas categorias de base e por ter ídolos como Jair Bala, Tupãnzinho, Milagres, Euller e Gilberto Silva, dentre outros, celebra em suas redes sociais o 109º aniversário.

Decacampeonato histórico

Durante os anos de 1916 até 1925, Minas Gerais só conheceu apenas um campeão estadual. O América Mineiro que na época vivenciava um período de amadorismo no futebol nacional. Diante do feito que gerou até sua menção ao Guiness Book, o Coelho durante esta época foi a base da seleção mineira de futebol e pioneiro no estímulo de outros esportes, como basquete, hóquei e atletismo.

Para demonstrar força da equipe mineira durante o período de predominância do América, em 1925, com 10 dos 11 titulares pertencentes ao clube, o selecionado estadual goleou a seleção carioca por 4 a 1 - na época o Rio de Janeiro era a grande potência brasileira.

Outro fator determinante para demonstrar o feito do Coelho é que sete dos dez títulos em sequência, foram de forma invicta. Durante 5 anos não perdeu uma partida sequer (36 jogos).

Naquela Era, o melhor time mineiro teve como grande referência Satyri Taboada, o maior goleador da equipe, com 178 gols (1921 - 1931).

Modernização 

Longe da elite brasileira desde 2001 e acumulando rebaixamentos nacional e até estadual, o América se fortaleceu ao fim da primeira década do século, quando conquistou o título da série C (2009) e em seguida um honroso 4º lugar na série B, que o levaria de volta à primeira divisão no ano seguinte.

Perto do centenário, o clube se reestruturou e o grande símbolo foi a Arena Independência, que custaria R$100 milhões, e tornaria-se o grande palco do futebol local enquanto o Mineirão passaria por grandes reformas para a Copa do Mundo.

Apesar de não ter sido a casa do time no retorno à série A (jogando na Boca do Jacaré e Uberlândia), foi reaberta ao torcedor na metade de 2012, quando o time bateu na trave o acesso imediato.

Neste período o América-MG já tinha conquistado de forma inédita, o título brasileiro da categoria sub-20, em 2011. Dentre altos e baixos, com os rebaixamentos de 2016 e 2018 na primeira divisão, o Coelho conseguiu ser campeão estadual em 2016, quebrando o jejum de quinze anos e também o bicampeonato nacional, na temporada seguinte.

E por fim, na última temporada, o time que brigou pelo tricampeonato da série B contra a Chapecoense, retornou à série A pela quarta vez recente e tem como grande medalhão o treinador Lisca, símbolo e ícone dos resultados positivos do América-MG.

VAVEL Logo