ANÁLISE: Grêmio em busca do meio-campo ideal
Maicon é um dos pilares da equipe desde a época de Renato Portaluppi (Reprodução: Grêmio)

O meio-campo do Grêmio é a maior incógnita do time na temporada. Ainda não se têm os titulares absolutos desta faixa do campo. E desde a chegada de Tiago Nunes, a discussão aumentou. Até porque, em cada partida praticamente, o treinador muda o meio e faz novos testes. 

Diante do Aragua, começou com Thiago Santos, Darlan e Maicon. Para este confronto não contou com Jean Pyerre e Matheus Henrique que estavam com pequenas lesões. Em outras partidas, utilizou Jean e Matheus ao lado de Thiago Santos. 

Uma das novidades de Tiago é a entrada de Maicon na função de Jean Pyerre. Ou seja, como um armador que joga atrás dos atacantes. Foi assim no segundo tempo da vitória contra o Lanús e durante todo o confronto contra o Aragua.

Cada jogador tem uma característica. Jean é mais técnico, mas é inconstante; Matheus Henrique é o famoso box-to-box, mas também é irregular; Maicon é o melhor passador de bola e que tem a melhor leitura de jogo, mas sofre com o lado físico; Darlan é uma promessa, e Thiago Santos mostra força defensiva e evoluiu muito na troca de passes. 

A tendência é que Tiago continue testando até conseguir encontrar a formação ideal para o meio-campo, que alie consistência defensiva e ofensiva. No vídeo, debatemos sobre o tema. Assista e deixe a sua opinião. 

VAVEL Logo