Náutico vence Santa Cruz com dois de Kieza e garante vaga na
final do Pernambucano
Tiago Caldas/Náutico

Dono da melhor campanha na primeira fase do Campeonato Pernambucano com aproveitamento superior a 80% e com muitos pontos a serem destacados, o Náutico entrou em campo na tarde deste domingo (9) para enfrentar o Santa Cruz na Arena de Pernambuco, em São Lourenço da Mata/PE, no jogo válido pela semifinal do estadual. E, em momento muito melhor na temporada, o Timbu fez valer o desempenho em nível mais alto para ser o vencedor do Clássico das Emoções. Com dois de Kieza, o alvirrubro de Rosa e Silva venceu por 2 a 1. Guillermo Paiva (contra) assinalou o tento tricolor.

Apesar do Náutico estar em melhor fase, a primeira chance com maior perigo foi do Santa Cruz em falta cobrada por Chiquinho, mas Alex Alves fez segura defesa. O Timbu respondeu quando Jean Carlos acertou a barreira em cobrança de falta e Bryan ficou com a sobra, mas houve desvio e a bola saiu. Na outra jogada de perigo, placar aberto. Aos 18 minutos, Hereda avançou pelo lado direito, venceu disputa com adversário e tocou para Kieza marcar o primeiro gol do clássico.

O Santa teve chance quando Eduardo acionou Pipico na área, a finalização do centroavante foi travada e Chiquinho arriscou a sobra e levou perigo. Em seguida, pressão alvirrubra. Derley recuou mal e Kieza teve total liberdade para finalizar, mas Jordan fez a defesa. Na jogada seguinte, Jean Carlos arriscou de longe e o arqueiro do Santa Cruz novamente trabalhou bem.

Rafael Melo/Santa Cruz
Rafael Melo/Santa Cruz

Para o início do segundo tempo, o técnico Bolívar promoveu três modificações no Tricolor do Arruda. Não deu certo. Logo aos seis minutos, Digão derrubou Bryan na área e a arbitragem marcou pênalti. Na cobrança, Kieza bateu bem e ampliou a vantagem do Timbu. Com a vantagem ampliada, Hélio dos Anjos passou a colocar em prática uma postura mais cautelosa, com prioridade à posse de bola e controle do jogo.

O Santa tentava, mas não levava perigo. Nesse ínterim, Jordan mais uma vez se tornou o personagem coral que evitou placar mais elástico. Erick dominou, o goleiro deu rebote e Kieza finalizou errado. Na reta final, um fio de esperança ao clube da Beberibe. Aos 43 minutos, Chiquinho cobrou falta e Guillermo Paiva desviou contra o próprio gol e recolocou o Tricolor na partida. A chance do empate veio nos acréscimos, mas a finalização de França foi por cima da meta.

Tiago Caldas/Náutico
Tiago Caldas/Náutico

Com a vitória, o Náutico espera a definição da outra semifinal para saber quem será seu adversário na decisão. Às 20 horas desta segunda-feira (10), Sport e Salgueiro se enfrentam na Ilha do Retiro, no Recife/PE. Por outro lado, o Santa Cruz terá 20 dias de trabalho até a estreia no Campeonato Brasileiro da Série C contra o Manaus.

VAVEL Logo