João Martins relativiza exibição do Palmeiras no Choque-Rei: "Finais são ganhas nos detalhes"
João Martins após Palmeiras 0 a 0 São Paulo (TV Palmeiras / FAM / Reprodução)

Cada vez mais, a equipe do Palmeiras é reconhecida como pragmática. Sempre disposta a buscar o resultado sem necessariamente ter uma exibição ofensiva, a preocupação com o resultado também foi tema da coletiva de João Martins, auxiliar de Abel Ferreira, nesta quarta-feira (20), após o Choque-Rei 327, disputado no Allianz Parque e encerrado em 0 a 0 em cotejo válido pela ida da final do Campeonato Paulista 2021.

O profissional do Palmeiras destacou, para explicar o pragmatismo palestrino, a importância da final do campeonato. "Nas finais é isto. É jogar para ganhar. Daqui alguns anos, ninguém quer saber como foi o jogo. O que conta é o resultado final, o que conta é isso. Os erros se pagam caro. Finais são assim. São ganhas nos detalhes. Foi justo o 0 a 0. Tivemos boas oportunidades para ganhar. Quanto a não encontrar espaços, nós não tivemos, mas o adversário também não teve. Sabemos que será uma luta até o final, são as duas melhores equipes de São Paulo. Queríamos ter ganho, como é lógico, mas o que importa é quem ganha no final dos 180 minutos", destacou o palmeirense.

Em outro momento, também citando a final do Paulistão 2021, João Martins também falou sobre a força do adversário do Palmeiras. "As finais são assim, ganhas por detalhes. Assim como nós, o São Paulo trabalhou o jogo a partir da estratégia. Fazer com que o adversário não conseguisse criar a diferença em seus pontos fortes. Tanto o São Paulo quanto nós anulamos um pouco um ao outro, mas as finais são jogos em que o erro e o detalhe contam muito", afirmou o auxiliar de Abel Ferreira.

Rival em forma

O adversário palestrino também foi tema em outro momento da coletiva. "Se as pessoas estivessem um pouco mais atentas ao São Paulo desta temporada, esse é o estilo de jogo. Uma equipe muito pressionante dentro do campo, não tem problema de pressionar a entrada da nossa área. Quando isso acontece, são jogos mais físicos, com pouco espaço. Quando se chega ao último terço do adversário, é em jogadas rápidas", finalizou João Martins em nome do Verdão.

VAVEL Logo