Em Clássico-Rei estratégico, Fortaleza e Ceará empatam na estreia da Copa do Brasil
Leonardo Moreira/Fortaleza EC

O maior produto do futebol cearense teve a honra de ter um episódio na Copa do Brasil. Pela primeira partida da terceira fase da competição nacional, Fortaleza e Ceará se enfrentaram na noite desta quarta-feira (2) na Arena Castelão, em Fortaleza/CE. Nos primeiros 90 minutos do grande duelo entre tricolores e alvinegros, prevaleceu a igualdade em um confronto estratégico. Cléber abriu o placar ao Vozão, mas Wellington Paulista igualou e definiu o placar em 1 a 1.

Guto Ferreira conseguiu escalar o Ceará da maneira que ganhou confiança e longevidade em seu trabalho. Com uma equipe ciente da postura rival, teve a maior preocupação em fazer uma marcação alta, na saída de bola, e anular qualquer movimentação tricolor. No primeiro tempo, deu certo. Aos nove minutos, Gabriel Dias arriscou de fora da área, Felipe Alves deu rebote e Cléber bateu cruzado para deixar os alvinegros na frente do placar. Com a vantagem, o time ficou ainda mais concentrado na marcação, principalmente no campo defensivo, ciente de que o Fortaleza teria mais posse de bola e iria dominar as ações no ataque. O Tricolor controlou o restante da primeira etapa, mas a forte defesa rival impediu que o goleiro Richard tivesse trabalho.

Leonardo Moreira/Fortaleza EC
Leonardo Moreira/Fortaleza EC

O segundo tempo começou com a partida mais aberta e, consequentemente, com chances para ambos os lados. O Ceará teve boas chances para ampliar o placar. Aos cinco, Rick foi acionado na área e teve a finalização defendida por Felipe Alves. Minutos depois, Cléber inicia jogada com passe para Vinícius e abre com Rick. Bola foi lançada novamente ao centroavante, que perdeu na cara do gol, completamente livre. Ciente da intranquilidade de Juan Vojvoda ao ver o time em desvantagem momentânea, o treinador mudou o esquema tático do Fortaleza em tirar Bruno Melo e colocar Romarinho.

A mudança no posicionamento deu resultado, uma vez que os comandados do argentino passaram a levar perigo. O efeito foi rápido. Aos 25, em sua primeira participação no jogo, Lucas Crispim cruzou de longe, Wellington Paulista desviou e contou com a sorte. A bola bateu na trave e nas costas de Richard antes de entrar. Os ingredientes tradicionais de um clássico fizeram parte, como de praxe. Muitas faltas, reclamações de ambos os lados, alguns cartões. Nos acréscimos, Yago Pikachu teve a chance ao finalizar na área, mas tirou tinta da trave.

Com o resultado, novo empate no segundo e decisivo confronto leva a disputa às penalidades. O jogo será realizado às 19 horas da quinta-feira (10), novamente na Arena Castelão, em Fortaleza/CE. No fim de semana, os clubes irão entrar em campo pelo Campeonato Brasileiro. O Ceará enfrenta o Santos às 21 horas do próximo sábado (5), na Vila Belmiro, em Santos/SP. Por sua vez, o Fortaleza joga novamente no Castelão e duela contra o Internacional às 16 horas do domingo (6).

VAVEL Logo