Invicto há seis jogos, Athletico-PR visita Juventude para manter 100% no Brasileirão
Foto: Divulgação/Clube Athletico Paranaense

Um dos sete clubes que venceram na abertura do Campeonato Brasileiro é o Athletico-PR, que volta a campo neste domingo (6), quando vai a Caxias do Sul encarar o Juventude, um dos times promovidos à elite nesta temporada.

O último duelo entre Juventude e Athletico-PR foi em 12 de outubro de 2007 no próprio Alfredo Jaconi e terminou sem gols. O retrospecto histórico pelo Brasileirão favorece o rubro-negro - oito vitórias, quatro empates e apenas seis derrotas em 18 jogos.

Juventude com novidades dentro e fora de campo

Eliminado pelo Internacional na semifinal do Campeonato Gaúcho, o alviverde de Caxias do Sul contratou seis reforços após o estadual e um deles pode estrear nesta rodada - o atacante Roberson, de 32 anos, que inicia a terceira passagem pelo clube, foi regularizado e está à disposição do técnico Marquinhos Santos. 

O elenco é apenas uma das novidades no Juventude, que esta semana apresentou uniformes para a temporada e também reformou o Estádio Alfredo Jaconi, que volta a receber partidas da Série A do Brasileirão após 14 anos.

Provável escalação do Juventude:  Marcelo Carné; Michel Macedo, Vitor Mendes, Rafael Forster e Alyson; João Paulo, Guilherme Castilho, Wescley, Capixaba e Chico; Matheus Peixoto.

Furacão sonha alto

Sem perder há sete jogos, o Athletico-PR estreou com o pé direito - vitória sobre o América-MG por 1 a 0 e deve manter a equipe nesta segunda rodada. Quem pode ganhar espaço é o veterano Jadson, que foi poupado na partida de meio de semana no empate contra o Avaí na Copa do Brasil.

Se contar apenas os jogos da equipe principal, o time de António Oliveira sofreu apenas uma derrota nos oito jogos que fez até agora - 1 a 0 para o Melgar no Peru pela Copa Sul-Americana. Além disso foram seis vitórias e um empate.

Provável escalação do Athletico-PR: Santos; Khellven, Pedro Henrique, Thiago Heleno e Nicolas; Richard, Christian e Nikão; Carlos Eduardo (Jadson), Vitinho e Renato Kayzer. 

VAVEL Logo