Após derrota para o Cruzeiro, Kleina lamenta situação da Ponte na Série B e antevê Dérbi Campineiro
Gilson Kleina em Ponte Preta 0 a 1 Cruzeiro (Álvaro Jr / Ponte Press / Divulgação)

A Ponte Preta, mais uma vez, foi vencida na Série B 2021. Nesta quarta-feira (16), em pleno Moisés Lucarelli, o clube campineiro perdeu para o Cruzeiro, por 1 a 0, em jogo válido pela quarta rodada da competição. Após a peleja, Gilson Kleina, treinador pontepretano, dividiu o foco da entrevista entre a derrota e o próximo (e importantíssimo) jogo.

Para Keila, a Macaca está em uma situação inesperada e, na partida, sofreu com uma boa jogada individual da equipe celeste. "Estamos numa situação que ninguém esperava. Mas a gente está fazendo a troca no meio de um campeonato difícil. Precisa buscar. O tempo está passando. Os jogadores estão entendendo. Não faltou entrega, não faltou atitude. Faltou atenção no gol que tomamos numa bola despretensiosa, ali o jogador do Cruzeiro só podia fazer aquela situação", destacou.

Ao falar sobre a peleja, o treinador pontepretano voltou a destacar certa dose de azar em relação ao lance. "Entendo que foi um gol atípico, uma desatenção. A gente tinha cobertura, dois, três jogadores no lance. Tomamos um gol quando a gente estava oscilando. Depois começou a perder jogadores por desgaste. É uma vitória para estabelecer a confiança. Aí tenho certeza que teremos uma sequência de resultados positivos", pontuou.

Os mandantes, jogando no 5-3-2 de Gilson Kleina, tiveram mais posse de bola: 58%. Nas finalizações, entretanto, vantagem para o Cruzeiro, jogando no 4-1-4-1 de Mozart Santos: catorze finalizações (ante sete da Macaca), sendo quatro certas (contra duas dos campineiros).

Dérbi Campineiro 200

Aguardo por todos os pontepretanos, o Dérbi Campineiro do próximo sábado (19), às 18h30, próximo jogo da Macaca, no Brinco de Ouro da Princesa, será ainda mais especial: será a ducentésima peleja entre o mais tradicional confronto do interior paulista. A partida também foi tema da entrevista de Gilson Kleina.

Moisés, que saiu sentindo dores, preocupa a comissão médica e técnica da Ponte, de acordo com o próprio treinador. "Claro que nos preocupa, porque saiu sentindo a posterior. Vamos aguardar a avaliação, como vai ser a noite de sono, como vai se apresentar. Não posso cravar se houve lesão ou se ele vai se recuperar a tempo. Espero que não conste nenhum tipo de lesão no exame", afirmou.

Por fim, a motivação dos atletas está evidente, na visão de Kleina. "O próximo jogo é sempre o mais importante, e coincidiu de ser um clássico. A gente sabe o que representa. Temos certeza que o time vai evoluir. Estamos estreando jogadores. É um processo em desenvolvimento. Os jogadores querem dar uma resposta o mais rápido possível", finalizou.

VAVEL Logo