Ainda sem vencer no Brasileirão Sub-17, Chapecoense busca encerrar bem a competição
Foto: Divulgação/Assessoria do clube

A pandemia de Covid-19 atrapalhou muito o futebol de base. Com jogadores parados, até mesmo clubes que estão na primeira divisão do futebol nacional entre os profissionais sentem os resultados de uma temporada sem jogar. Isso tem acontecido com a Chapecoense, equipe de relevância também no futebol de base. 

Mesmo com essa relevância, não está sendo uma temporada fácil. A equipe ainda não venceu e busca, ao menos, terminar bem a temporada. Embora o momento seja difícil, ainda mais em meio ao mar de incertezas que a base oferece, o zagueiro João Vitor tem cabeça no lugar e maturidade para enfrentar o momento: 

“Estamos num momento muito complicado, sabemos o quanto o período sem jogos atrapalhou e estamos sentindo esses efeitos. Claro que uns sentem mais do que os outros, mas estamos sentido. Já é a reta final, a busca pela reabilitação se torna muito difícil. Mas ainda não acabou.”

Ainda que a situação seja difícil, esses garotos do Sub-17 precisam mostrar o seu valor para seguirem o caminho de desenvolvimento. O trabalho em equipe ajuda neste aspecto e João mantém o otimismo, apesar das dificuldades que a equipe tem enfrentado:

“Não perco minhas esperanças de que podemos terminar o campeonato fazendo bons jogos e ganhando dos próximos adversários com o foco de fazer boas atuações. O dia-a-dia é sempre voltado em melhorar o que foi feito antes. É o que queremos.”

A Chapecoense enfrenta o Internacional neste sábado, ás 15:00, no CT Água Amarela, em Chapecó.

VAVEL Logo