Erick
celebra invencibilidade do Náutico após empate com Remo e afirma: "Quero muito
ficar"
Foto: Tiago Caldas/Náutico

O Náutico arrancou o empate em 1 a 1 no fim do jogo contra o Remo neste sábado (26) pela sétima rodada da Série B do Brasileirão 2021 e segue líder invicto. No Estádio dos Aflitos, Felipe Gedoz abriu o placar para o visitante no primeiro tempo, e Guillermo Paiva deixou tudo igual aos 43 minutos da etapa final.

O Timbu não fazia um segundo tempo condizente com o futebol que vem apresentando, de produtividade no setor ofensivo. Porém conseguiu empatar em lance de bola parada, a partir de uma cobrança de falta. O gol foi polêmico, pois Paiva estava em posição de impedimento, e a ausência do VAR na segunda divisão do campeonato impossibilitou a anulação.

O atacante Erick lamentou a dificuldade que a equipe pernambucana teve na partida, mas lembrou a importância do gol no fim.

“Foi um jogo difícil. Eles vieram com a marcação muito baixa, acharam um gol em um erro nosso, depois recuaram mais ainda, aí fica difícil para entrar. Acho que faltou um pouco mais de calma da gente no último passe. Mas buscamos o empate, o importante é que estamos invictos no campeonato ainda, e agora é buscar os três pontos fora”.

Emprestado ao Náutico pelo Braga, de Portugal, Erick pode ter defendido o clube alvirrubro pela última vez, uma vez que precisaria retornar ao time europeu no próximo dia 30. O jogador afirmou que gostaria de permanecer, mas explicou que a decisão não cabe a ele.

“Não sei. Todo o mundo sabe que aqui é a minha casa, eu amo o clube, amo a torcida. Mas não cabe a mim resolver. Quero muito ficar, mas aí depende da diretoria com o Braga. Se eles não resolverem nada, acho que hoje foi meu último jogo aqui nos Aflitos”.

O próximo compromisso do Timbu é fora de casa contra o CRB na terça-feira (29) às 21h30.

VAVEL Logo