Duas viradas, show de Scarpa e gol salvador de Breno Lopes: Palmeiras vence Bahia de forma agonizante
Palmeiras 3 a 2 Bahia (César Greco / Agência Palmeiras / Divulgação)

Foi com muita emoção, é bem verdade — o que inclui duas viradas. O Palmeiras, entretanto, fez valer o mando de campo e venceu o Bahia, neste domingo (27), em jogo válido pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro 2021. A peleja, disputada no Allianz Parque, teve vitória paulistana por 3 a 2 — com tento derradeiro marcado por quem marcou um dos gols mais importantes da história do clube também nos acréscimos.

Todas as estatísticas ofensivas favoreceram o Palmeiras, jogando no 4-2-3-1 de Abel Ferreira: 57% de posse de bola e dezenove finalizações (contra dezoito dos adversários) - sendo oito certas. Também no 4-2-3-1 e comandado por Dado Cavalcanti, o Bahia chutou quatro bolas certas em direção ao gol.

Na base da emoção

Aos cinco minutos, o Palmeiras já começou colocando vantagem no marcador: em cobrança de falta da intermediária, Gustavo Scarpa cobrou linda falta e marcou o primeiro tento da equipe. Não demorou para o Bahia empatar: aos dez minutos: Rodriguinho cobrou falta do lado direito na área e Luiz Otávio desviou para marcar. Aos quinze, após cruzamento de Rossi, o próprio Rodriguinho cabeceou para exigir de Jaílson, goleiro do Alviverde Imponente, grande defesa. 

O jogo seguia em altíssima voltagem. Aos vinte, Luiz Adriano recebeu de Marcos Rocha na direita e chutou cruzado para linda defesa de Matheus Teixeira. Dois minutos depois, nova boa chance do Verdão: Rony desceu pela esquerda e Danilo Barbosa desviou na trave esquerda - embora estivesse em impedimento. Aos 24, a resposta do Tricolor: Thaciano acionou Matheus Bahia e o lateral chutou forte, à esquerda da meta do Alviverde Imponente. Com novamente Matheus Bahia cruzou da esquerda e Rodriguinho cabeceou nas mãos de Jaílson. Com 30, Benjamin Kuscevic desviou cruzamento para a área e, por pouco, Danilo Barbosa não chegou na redonda.

Seguiam as chances: aos 38, Gustavo Scarpa encheu o pé de fora da área e errou por muito. Com 42, Nino Paraíba cruzou rasteiro da ponta direita e Gilberto desperdiçou grande chance - segundos depois, após bela jogada, o centroavante encobriu Jaílson e acertou a trave, mas acertou a trave direita. Por fim, aos 45, Patrick de Lucca acionou Thaciano e ele foi mais um a tentar encobrir Jaílson, em vão - e, tal qual o companheiro, o atleta do Esquadrão de Aço estava impedido.

Com nove minutos, Rossi recebeu na esquerda, trouxe para dentro e mandou a bola no canto esquerdo. Com 22 minutos, em nova cobrança de falta, Gustavo Scarpa cobrou falta pouco acima do travessão. Com 24, o mesmo atleta cobrou falta na área e Benjamin Kuscevic, ao invés de cabecear, colocou a mão na área. Dois minutos depois, após cruzamento de Rossi, Maycon Douglas perdeu grande chance no lado direito da pequena área. Aos 28, o atleta, que perdeu a finalização anterior, passou por dois marcadores e chutou na saída de Jaílson para virar a peleja. 

Porco invencível? Negativo: aos 32 minutos, Gustavo Scarpa cobrou falta na área e Raphael Veiga desviou na área para empatar. Com 35, Breno Lopes passou por Matheus Teixeira e não conseguiu finalizar - Veiga foi travado por Juninho ao tentar fazer isso. Aos 36, Daniel chutou no canto direito e a bola beijou a trave direita. Aos 39, Gabriel Menino cruzou da direita e por pouco não marcou sem querer. Aos 46, o autor do gol do título da Copa Libertadores 2020 decidiu de novo: acionado por Gustavo Scarpa, Breno Lopes chutou em cima de Matheus Teixeira, a bola ricocheteou e entrou. 

Próximos jogos

Na oitava rodada do Brasileirão 2021, o Palmeiras viaja para enfrentar o Internacional, na próxima quarta-feira (30), às 19h (Horário de Brasília), mesmo dia e hora em que o Bahia recebe o Atlético-MG. 

Classificação fornecida por SofaScore LiveScore
VAVEL Logo