Abre o olho! Flamengo tem histórico equilibrado em oitavas de Libertadores
Foto: Alexandre Vidal / CRF

Depois de vencer a ida por 1 a 0 na Argentina, o Flamengo tem a missão de defender a vantagem no Mané Garrincha (em Brasília) diante do Defensa y Justicia pela Libertadores. Nesta quarta-feira (21), às 21h30, ambos se enfrentam visando uma vaga na próxima fase da competição. E quanto o assunto é retrospecto nas oitavas, a torcida flamenguista precisa tomar cuidado.

O Rubro-Negro já esteve nas oitavas de final da Libertadores em oito ocasiões. Em quatro delas conseguiu avançar às quartas, mas em outras quatro ficou pelo caminho. É claro que números antigos não entram em campo e também não interferem no resultado atual — ainda mais para uma equipe tão qualificada como a de Renato Gaúcho. Porém, fica o adendo para esse aproveitamento de 50% que o time da Gávea tem nas oitavas da copa.

Na Libertadores de 1991, o Flamengo eliminou o Deportivo Táchira, da Venezuela, por 8 a 2 no placar agregado em confronto das oitavas. Em 1993, despachou o Minervén, também da Venezuela, por 9 a 2 no agregado. 14 anos depois, em 2007, foi eliminado pelos uruguaios do Defensor, por 3 a 2 na soma. Em 2008, aconteceu o show de Cabanas no agregado de 5 a 4 para o América do México. Em 2010, tirou o Corinthians com o gol fora no 2 a 2. Em 2018, perdeu para o Cruzeiro no agregado de 2 a 1. 

No ano da conquista do bi, em 2019, despachou os equatorianos do Emelec nos pênaltis após o agregado de 2 a 2. Mas no ano seguinte, saiu para os argentinos do Racing, também nos pênaltis após o agregado de 2 a 2.

Agora em Brasília e com a volta parcial do público, o Flamengo tem a faca e o queijo na mão para despachar o Defensa y Justicia e avançar às quartas pela quinta vez em sua história continental. E caso se classifique, enfrenta o vencedor do confronto entre Internacional e Olímpia. Então, fique por dentro de tudo que acontece em Flamengo x Defensa y Justicia no pré-jogo VAVEL Brasil.

VAVEL Logo