Segue o líder! De virada, Náutico bate Brasil de Pelotas e segue invicto na Série B
Foto: Caio Falcão/Náutico

O Náutico segue voando na Série B do Campeonato Brasileiro. Nesta quarta-feira, a vítima foi o Brasil de Pelotas. A equipe alvirrubra venceu por 2 a 1 e chegou ao terceiro jogo de invencibilidade na competição. Jean Carlos fez os gols do Timbu na partida. Ramon marcou para o Xavante.

Como fica na tabela?

Nada mudou para o time pernambucano. Com a vitória, o Timbu chegou aos 29 pontos e segue firme na liderança. O Brasil de Pelotas permanece com os mesmos onze pontos e é a primeira equipe fora da zona do rebaixamento, ficando na frente do Cruzeiro apenas pelos critérios de desempate.

Próximos jogos

Na próxima rodada, o Náutico recebe o Brusque no sábado, às 19h30, nos Aflitos. No dia seguinte, o Brasil de Pelotas visita o Avaí, às 20h30, na Ressacada.

Susto no início, alívio no fim

A partida começou agitadíssima. No primeiro lance, o Brasil de Pelotas abriu o placar. Após lançamento de Matheus Nogueira, Neto aproveitou a saída errada de Alex Alves e desviou para Ramon, que empurrou para as redes. O Timbu respondeu pouco tempo depois. Jean Carlos recebeu na área e bateu firme para empatar.

Foto: Caio Falcão/Náutico
Foto: Caio Falcão/Náutico

Depois do susto no início, o Náutico teve total domínio do jogo e chegou à virada. Jean Carlos, em bela cobrança de falta, fez um golaço. Camutanga quase ampliou e Kieza ainda fez o terceiro, mas a arbitragem pegou o centroavante em posição irregular e marcou impedimento. Numa nova falha de Alex Alves, Ramon quase empatou para o Xavante.

Tudo sob controle

Superior em campo, o Náutico seguiu mandando na partida. Em nova cobrança de falta, Jean Carlos quase marcou o terceiro. Entretanto, o jogo esfriou e ganhou um contorno monótono, com o Timbu tentando atacar, mas sem espaços, e o Brasil de Pelotas sem esboçar reação.

O Náutico ainda teve chances de ampliar a vantagem, mas acabou desperdiçando. Primeiro, Kieza recebeu livre na área e à esquerda. Depois, Matheus Carvalho foi travado. Por último, Breno Lorran, livre de marcação, também errou a finalização.

VAVEL Logo