Claudinei lamenta fim da invencibilidade do Avaí e cita chuva como fator decisivo na atuação
Foto: André Palma Ribeiro/Avaí FC

Com gol sofrido depois dos 50 do segundo tempo, o Avaí perdeu sua invencibilidade de 11 jogos e foi derrotado pelo Guarani na Ressacada pela 17ª rodada da Série B 2021. O gol da vitória do Bugre nesta terça-feira (10) foi de Allan Victor.

Técnico do Avaí, Claudinei Oliveira disse em coletiva que acredita que seu time foi superior, mas admitiu que começaria com outra escalação caso soubesse que o campo estaria pesado pela chuva que caiu durante a partida.

"O Guarani veio com uma estratégia de forçar o nosso erro e explorar o contra-ataque, com marcação individual no nosso primeiro volante. Tivemos pouca profundidade e dificuldade por conta do gramado pesado. Nosso time que estava em campo era muito leve e a chuva influenciou. Se soubéssemos que ia chover, talvez tivéssemos começado com outra equipe. Infelizmente sofremos a segunda derrota do ano na Ressacada, acho que não merecíamos".

"Já tinha acabado"

O treinador, porém, reclamou da arbitragem, já que o lance que originou o gol do Bugre saiu após os cinco minutos de acréscimo apontados pelo árbitro.

"Hoje, sofremos um gol depois dos 50 minutos. Só faltou o árbitro pedir para eles jogarem na área que está acabando. Já tinha acabado. Acabou favorecendo o time que fez cera todo o segundo tempo".

Valdívia

Substituído aos 11 do primeiro tempo, o meia Valdívia deixou o gramado e foi direto para o vestiário, tirando a camisa no caminho para o túnel. Claudinei admitiu que não percebeu a reação do meia, mas que não se arrependeu da troca.

"Para falar a verdade, nem vi se o Valdívia veio ou não para o banco. Estava focado no jogo. A questão de tirar a camisa, não sei se foi por conta da chuva, mas aí é problema dele. Quem não gosta de jogar e sair, a gente deixa no banco e fica feliz por ter entrado. Não sei se foi o caso, se ficou chateado, ele vem tendo oportunidades. Na última foi bem, hoje nem tanto. A gente optou por trocar e acho que deu certo. Não vejo nada demais, se quiser conversar comigo estou à disposição".

Com a derrota, o Avaí caiu para o sétimo lugar, com 27 pontos, um atrás do Vasco, que fecha o G-4. Até o fim da rodada, porém, o Leão ainda pode cair três posições. O time volta a campo no sábado (14) diante do líder Náutico, novamente na Ressacada, às 19h.

VAVEL Logo