Sem Gerson e com campeões olímpicos, Tite convoca Seleção para Eliminatórias
Foto: Lucas Figueiredo/CBF

Líder invicta com 100% de aproveitamento nas Eliminatórias para a Copa do Mundo 2022, a seleção brasileira volta a campo em setembro para uma rodada tripla que inclui jogos contra Chile, Argentina e Peru. Os convocados foram anunciados nesta sexta-feira (13) pelo técnico Tite.

A relação inclui seis campeões olímpicos em Tóquio 2020 (Dani Alves, Guilherme Arana, Bruno Guimarães, Claudinho, Matheus Cunha e Richarlison). São seis mudanças em relação ao grupo que disputou a Copa América e perdeu a final para a Argentina por 1-0 no Maracanã. Saíram o lateral-direito Emerson Royal, os zagueiros Felipe e Léo Ortiz, o lateral-direito Renan Lodi, o meio-campista Douglas Luiz e o atacante Vinicius Junior.

A principal novidade, no entanto, é o meia atacante Raphinha, de 24 anos, chamado pela primeira vez por Tite. Revelado no Avaí, ele marcou seis gols em 31 jogos na última temporada do Leeds United que disputou a Premier League. 

"Ele tem uma característica de drible acentuada, é um jogador decisivo que tem participação efetiva em momentos importantes do jogo, como quando está 0-0 ou 1-0, por exemplo. Ele traz a velocidade do externo junto com a qualidade técnica", elogiou Tite.

A lista de convocados:

Goleiros: Alisson (Liverpool), Ederson (Manchester City), Weverton (Palmeiras)
Laterais: Dani Alves (São Paulo), Danilo (Juventus), Alex Sandro (Juventus), Guilherme Arana (Atlético-MG)
Zagueiros: Eder Militão (Real Madrid), Lucas Veríssimo (Benfica), Marquinhos (PSG), Thiago Silva (Chelsea)
Meio-campistas: Bruno Guimarães (Lyon), Casemiro (Real Madrid), Claudinho (Zenit), Everton Ribeiro (Flamengo), Fabinho (Liverpool), Fred (Manchester United), Lucas Paquetá (Lyon)
Atacantes: Roberto Firmino (Liverpool), Gabriel Barbosa (Flamengo), Gabriel Jesus (Manchester City), Matheus Cunha (Hertha Berlin), Neymar (PSG), Raphinha (Leeds), Richarlison (Everton)

Agenda da seleção brasileira

Vice-campeão da Copa América, o Brasil volta a campo no dia 2 de setembro, quando enfrenta o Chile, no estádio Monumental, em Santiago.

Três dias depois é a vez de reencontrar Argentina na Arena Corinthians, em uma reedição da final da Copa América. Para completar a sequência da data Fifa, dia 9 tem o Peru na Arena Pernambuco.

VAVEL Logo