Gilson Kleina destaca importância do dérbi e fala sobre empate: "Temos que valorizar esse ponto"
Foto: Reprodução/PonTV

Ponte Preta e Guarani empataram sem gols, na noite desta sexta-feira, pela 24ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. O resultado não foi bom para nenhuma das duas equipes. O Bugre segue a três pontos do G-4, enquanto a Macaca continua vendo a zona do rebaixamento de perto.

Apesar da situação preocupante na classificação Gilson Kleina,, não avaliou o resultado de maneira negativa. O técnico da Ponte ressaltou a boa fase do rival Guarani e disse que o ponto conquistado deve ser valorizado.

"O primeiro papel é a gente tentar fazer sempre o nosso resultado de vitória. Se a gente não conseguir, que a gente tenha que pontuar. Ainda mais em um clássico, contra uma equipe que está pleiteando o G-4, e a gente fazendo de tudo para engrenar, ter uma caminhada para a gente poder trocar de patamar. Nós temos que valorizar esse ponto, eu entendo assim." – comentou o treinador.

Kleina também comentou sobre a atuação da equipe em campo. De acordo com o treinador, o posicionamento de Régis influenciou no desempenho ofensivo da Macaca. Além disso, ele afirmou que, no primeiro tempo, Fessin teve a bola que poderia dar a vitória a Ponte.

"Nossa equipe tentou de tudo para sair com a vitória. Foi um jogo muito disputado, equilibrado. Acho que o começo de jogo teve uma diferença que o Régis não centralizado. Jogou abaixando, pelo lado do campo, aí criava uma superioridade. Mas também uma situação que nós preenchíamos bem a área. Então a bola que era alçada pelo Júlio César, não era uma bola que eles estavam trabalhando. (...) Para mim, a bola do jogo foi uma que nós tivemos na transição com o Rodrigão, ele colocou para o Fessin. E se o ele dá um tapa na bola, acho que até sofreria o pênalti." – concluiu.

O próximo desafio da Ponte Preta será fora de casa. Na próxima quarta-feira, a equipe visita o Operário-PR, no estádio Germano Krüger, em Ponta Grossa. Neste momento, a Macaca ocupa a 15ª posição com 26 pontos, dois a mais que o Vitória, que abre a zona do rebaixamento.

VAVEL Logo