Ruim para ambos: Chapecoense empata com São Paulo e ambos seguem na parte inferior da tabela
Foto: Márcio Cunha/Chapecoense

Pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro, Chapecoense e São Paulo empataram em 1 a 1 na Arena Condá, em Santa Catarina. Rigoni, no primeiro tempo, e Mike, já na segunda etapa, foram os autores dos gols da partida.

Classificação

O empate não foi bom para ninguém. A Chapecoense é a 20ª colocada, com apenas 11 pontos, 13 pontos a menos que o Santos, primeira equipe fora da zona de rebaixamento. O São Paulo se encontra na 13ª posição, com 28 pontos, e também vê a zona da degola como um fator de risco.

Emiliano Rigoni

O camisa 77 do São Paulo foi o principal nome do jogo. Além do golaço na primeira etapa, o argentino perdeu outras duas oportunidades que poderiam ter mudado a história do confronto.

Primeiro tempo

A equipe tricolor começou melhor, buscando as ações ofensivas da partida, mas sem levar grande perigo ao gol da Chape. Rodrigo Nestor, aos 20 minutos, soltou um belo chute de fora da área que parecida ter endereço, mas a bola desviou em Kadu e foi para escanteio. A Chapecoense chegou aos 22, mas Bruno Silva finalizou mal. Pouco tempo depois, o São Paulo teve duas boas oportunidades, em uma finalização para fora de Liziero e com Luciano, que deu um chute mascado já dentro da área. O primeiro gol da partida aconteceu aos 35 minutos. A bola sobrou para o argentino Rigoni, na entrada da área, e o camisa 8 acertou um chute indefensável no ângulo do goleiro Keiller. O próprio Rigoni quase ampliou o placar aos 44. Ele saiu frente a frente com Keiller, deu um toquinho por cima, mas a bola foi para linha de fundo passando rente a trave.

Segundo tempo

Logo no primeiro minuto da segunda etapa, os São Paulinos pediram a expulsão do zagueiro Derllan após ele acertar um soco na nuca de Luciano, mas a arbitragem não considerou como agressão e não advertiu o camisa 34. Aos 18 minutos, Rigoni teve outra boa oportunidade, mas o argentino acabou repetindo o roteiro negativo do primeiro tempo, dando um toquinho por cima na saída do goleiro e, novamente, a bola foi para linha de fundo passando rente a trave. Aos 27 foi a vez de Calleri chegar com perigo, mas o atacante parou em Keiller. A Chapecoense, por sua ves, não desperdiçou a oportunidade que criou. Aos 30, após bola rebatida na área, Denner cruzou rasteiro e Mike só empurrou para o fundo das redes, deixando tudo igual na Arena Condá.

Agenda

A Chapecoense volta a campo na próxima quarta-feira (6), em casa, às 19h, diante do líder Atlético Mineiro. Já o São Paulo tem um clássico – e um confronto direto - diante do Santos, quinta-feira (7), às 18h30, no Morumbi.

 

VAVEL Logo