Confiança abre vantagem no início e segura triunfo crucial em confronto direto com Vitória
Foto: Pietro Carpi / EC Vitória

Correndo contra o tempo para escapar da zona de rebaixamento e se salvar na Série B, Vitória e Confiança se enfrentaram neste sábado (9), às 19h, no estádio Barradão, em Salvador, pela 29ª rodada da Série B.

A partida teve dois tempos bem distintos. Em um houve amplo domínio dos mandantes, em outro o equilíbrio prevaleceu. No fim, os visitantes venceram pelo placar de 1 a 0, gol marcado por Jhemerson.

Estratégias das equipes

O técnico Wagner Lopes mandou o Vitória a campo num 4-1-4-1 clássico, com: Lucas Arcanjo, Raul Prata, Mateus Moraes, Wallace e Roberto; João Pedro; Fabinho, Eduardo, Bruno e Marcinho; Manoel. Com isso, formou a linha defensiva clássica com quatro defensores, centralizou um volante e deixou o meio-campo com uma linha de quatro jogadores para abrir os lados e buscar Manoel na frente.

Suplentes: Ronaldo, Van, Thalisson, Guilherme Rend, Renan Luis, Caíque Souza, David, Samuel, Soares, Alisson, Cedric e João Victor.

Luizinho Lopes,, diferentemente do que fez contra o Vasco, quando mudou a formação do time, voltou para o 4-3-3 que o Confiança vinha utilizando na competição. Willians Santana entrou no lugar de Rafael Vila para dar velocidade pelo lado direito de ataque, Madison e Jhemerson formaram a dupla de volantes, com Álvaro sendo o meia mais criativo, e a linha defensiva clássica de quatro defensores também foi utilizada. O time azulino foi a campo com: Rafael Santos, Jonathan Bocão, Nirley, Adalberto e João Paulo; Madison, Jhemerson e Álvaro; Ítalo Melo, Willians Santana e Lohan.

Reservas: Careca, Luan, Vinícius Santana, Vinícius Barba, Lucas Sampaio, Fernando, Adriano, Tiago Reis, Neto Nerola, Robinho e Gedeílson.

Gol relâmpago e paredão Rafael Santos

O Confiança iniciou a partida buscando pressionar o Vitória e trocando passes no campo ofensivo. Tanto que nem demorou a abrir o marcador. Aos seis minutos Willians Santana roubou a bola com um carrinho, Ítalo serviu Jhemerson que bateu cruzado para marcar o tento do Dragão.

Porém, depois do gol anotado o cenário do jogo mudou por completo. E muito em função do time mandante. Wagner Lopes adiantou as linhas e dobrou a marcação sempre que os sergipanos dominavam a bola. Com isso, os visitantes pouco tocaram na bola e sofreram muito defensivamente.

O sistema defensivo do time comandado por Luizinho Lopes, que vinha sendo um dos pilares, falhou bastante, dando muito espaço para o ataque do Leão. Rafael Santos foi o melhor homem em campo na primeira parte. O goleiro fez ao menos cinco grandes defesas para impedir o empate do Vitória.

Primeiro em chute de Manoel após boa jogada individual. Depois, após belo voleio de Bruno Oliveira conseguiu espalmar para escanteio. Mas não parou por aí. Os baianos empilharam três chances claras de gol, com três intervenções importantíssimas do arqueiro azulino.

Muitas vezes os números não explicam exatamente o que aconteceu na partida. Mas, neste caso, traduziram perfeitamente o que aconteceu no primeiro tempo. Os baianos tiveram 65% de posse de bola e finalizaram em 18 oportunidades, sendo 5 no alvo e defendidas por Rafael. Já os sergipanos finalizaram em apenas duas oportunidades.

Para o segundo tempo, o técnico do Confiança fez alteração de um lateral por outro, saindo Jonathan Bocão para a entrada de Gedeílson. Mas, a maior mudança dos sergipanos foi de postura, fechando melhor os espaços e tentando empurrar os baianos para trás.

Nos primeiros minutos deu certo. Tanto que aos três minutos houve uma chance clara de gol desperdiçada pelo Confiança com Jhemerson após boa jogada entre Álvaro e Willians Santana.

O Vitória, por outro lado, teve novamente mais posse de bola e mais finalizações, mas sem chances claras para empatar. A maioria dos chutes foram de fora da área e a tentativa do famoso chuveirinho foi explorada ao extremo.

Como resposta, Luizinho fez alterações táticas no Dragão, colocando Luan Bueno para ajudar a compor uma linha de três zagueiros e adiantando Gedeílson e Lucas Sampaio para atuarem como alas. Lohan também saiu para ceder vaga a Neto Berola, deixando o ataque mais veloz para tentar explorar os contra-ataques.

O Leão até chegou a desperdiçar uma chance claríssima de empatar aos 36 minutos, depois de cruzamento de Roberto e David, sozinho na área, sem marcação e sem goleiro, chutar para fora. O Dragão também respondeu aos 52 minutos em jogadaça de Neto Berola e boa defesa de Lucas Arcanjo.

No mais, os sergipanos seguraram o placar mínimo e venceram pela segunda vez fora de casa na Série B para seguir na luta contra o rebaixamento.

Classificação e próximos jogos

Com o resultado o Vitória ficou na 18ª colocação, com 26 pontos ganhos até aqui. Agora, o Leão concentra suas forças para o confronto diante do Sampaio Correa que acontece na terça-feira (12), às 19h, no estádio Castelão, em São Luis.

Já o Confiança ficou na 19ª posição, com 25 pontos conquistados na competição. O Dragão precisa virar a chave para enfrentar o embalado Avaí, sábado (16), às 21h, na Arena Batistão, em Aracaju.

 

Standings provided by SofaScore LiveScore
VAVEL Logo