Curta vacância: São Paulo oficializa volta de Rogério Ceni ao comando técnico
Divulgação/SPFC

Mal o banco esfriou e o São Paulo anunciou o substituto de Hernán Crespo, demitido no meio da tarde desta quarta-feira (13). Duas horas e meia após o comunicado oficial, a diretoria do Tricolor oficializou a contratação de Rogério Ceni como novo comandante técnico para sua segunda passagem no clube que é ídolo. O vínculo é válido até dezembro de 2022. Quando comandou o clube pela primeira vez, foram 14 vitórias, 11 empates e dez derrotas em 35 jogos durante sete meses.

A vaga de técnico ficou livre após o tricolor paulista divulgar ainda nesta tarde, que “em comum acordo” entre o clube e o argentino Hernán Crespo, foi decidida a não continuação de vínculo após péssimos resultados no Campeonato Brasileiro. Crespo saiu do São Paulo com o título do Campeonato Paulista, conquistado após 16 anos, o que pôs um fim a uma sequência de nove anos sem conquistas. De acordo com o presidente Júlio Casares, uma resposta rápida era necessária e o ex-goleiro era um nome considerado pelos gestores em caso de mudança no comando técnico.

“Já havia deixado claro que, em caso de vacância no cargo, ele seria a nossa primeira alternativa, se estivesse livre no mercado. Como bom são-paulino que é, não precisou de mais de 15 minutos para acertar essa volta para casa", disse.

Divulgação/SPFC
Divulgação/SPFC

A missão de Rogério Ceni não é fácil. A equipe acumula sequência negativa de resultados e ocupa a 13ª posição na tabela de classificação da Série A 2021 com 30 pontos somados, três a mais que o Bahia, primeiro clube a ocupar a zona de rebaixamento.

Regularizado no Boletim Informativo Diário da Confederação Brasileira de Futebol (BID/CBF), Ceni comandou o último treinamento e vai estar à frente do banco de reservas no confronto diante do Ceará, às 19 horas dessa quinta-feira (14), no Estádio Cícero Pompeu de Toledo, o Morumbi, em São Paulo/SP, pela 26ª rodada do Brasileirão.

VAVEL Logo