Thiago garante vitória do Cruzeiro diante do Londrina em jogo de poucas oportunidades
Foto: Gustavo Aleixo / Cruzeiro

Respira aliviado para uns e de tensão para outros! Em confronto da parte de baixo da tabela de classificação, o Cruzeiro levou a melhor e venceu o Londrina por 1 a 0, no Estádio do Café, pela 34ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. O atacante Thiago marcou nos minutos finais. 

César garante empate

Devido a situação na tabela, nenhum time preferiu arriscar no início. Estudado, o jogo ficou boa parte do tempo centralizado no meio-campo. No entanto, a Raposa conseguiu escapar na velocidade para tentar surpreender. Bruno José invadiu a área, ficou cara a cara com César, que levou a melhor. No entanto, o assistente já havia levantado a bandeira. Pouco depois, o goleiro voou para defender uma cabeçada de Eduardo Brock.

Com o passar do tempo, duas baixas para cada lado. O motivo? desconforto muscular. O atacante Bruno José e Augusto. Em seus lugares, entraram Vitor Leque e Saimon. Voltando para as quatro linhas, o lado estrelado continuou persistindo no ataque. Wellington Nem fez lançamento para Thiago. O atacante desviou e César salvou em dois tempos.

Vitória garantida no fim

A segunda etapa foi o reflexo da primeira, com acréscimos de faltas. Aos 25, o Tubarão surgiu de forma inédita ao gol estrelado, mas não passou por Fábio. Após escanteio, Marcondes desviou de cabeça no ângulo. O goleiro pulou para espalmar.

Nos minutos finais, Vitor Leque fez boa jogada com Felipe Augusto, que levantou na área. Thiago se antecipou a Saimon e balançou as redes. Por pouco não veio a ampliação. Autor do gol, Thiago invadiu a área em velocidade, chutou na saíta de César. Ele deu o rebote e  Claudinho finalizou em cima do goleiro.

Classificação e próximos jogos

Com a vitória, o Cruzeiro vai para 43 pontos. Ocupando de forma provisória o 11º lugar, abre cinco para o Londrina, primeiro time da zona de rebaixamento, 17º, com 38. 

Na terça-feira, a Raposa recebe o Brusque, às 21h30 (de Brasília), no Mineirão. No dia seguinte, o Tubarão encara o CRB, no Rei Pelé, às 19h (de Brasília).

VAVEL Logo