Botafogo vence São José-RS nos pênaltis e passa de fase na Copinha
Foto: Fabio de Paula/Botafogo FR

Nesta quarta-feira (12), o Botafogo empatou com o São José-RS no tempo normal, na fase de mata-mata da Copa São Paulo de Futebol Júnior. No entanto, a partida foi para as penalidades, na qual o glorioso saiu com a vitória por 9 a 8.

Botafogo é sufocado e reage

Começo de partida leve, com ambas equipes se estudando dentro de campo, sem euforia pra seguir ao gol. Enquanto o Botafogo buscava a troca de passe curto para ganhar espaços pelo campo, o São José apostava nos lançamentos longos.

A primeira chance clara veio aos 7, pela equipe do sul, pela ponta esquerda, mas a finalização não foi muito boa. Em seguida, aos 8, outro lançamento longo. Desta vez, o defensor alvinegro perdeu o tempo da bola e o atacante teve chance de abrir o placar, mas bateu fraco e nas mãos do goleiro.

Defesa do glorioso sofreu muito com as jogadas individuais dos pontas da equipe do São José, que apareciam criando grandes chances, mas pecando na hora de balançar as redes.

Em jogada que se encerrava no afasta da defesa, a bola voltou pingando para entrada da área do fogão, trazendo complicações.  A bola sobrou no pé do camisa 9, que lançou pra dentro da área e Deryck - inacreditavelmente - perdeu um gol feito, de frente pro gol, sem marcação e dentro da pequena área.

Após grande jogada trabalhada pelo glorioso, veio sua melhor oportunidade, aos 28 da primeira etapa. Jogada de Raí, parede de Tigrão e a finalização de Kauê, que foi desviada no meio do caminho, ganhando escanteio. Na sequência, veio a cobrança de escanteio e o cabeceio de Tigrão passou muito perto da trave.

Já no final da primeira etapa, outra grande triangulação do alvinegro com categoria e passe de letra para Tigrão dentro da área, que bateu de primeira, mas o goleiro conseguiu desviar e a bola saiu após tocar a trave. Na sequência, chegada do Zequinha com perigo, mas o chute foi fraco na tentativa de cobrir o goleiro.

Massacre alvinegro sem gols

O recomeço da partida foi mais elétrico. Botafogo fazendo pressão alta, cercando o adversário no intuito de recuperar a bola e já ligar o contra-ataque em velocidade. Quanto ao São José, parece ter entrado mais reativo nesse início de segundo tempo.

A primeira oportunidade foi alvinegra, aos 5, pela ponta esquerda. Jefinho cruzou pra entrada da área e na finalização, o goleiro do Zequinha afastou o perigo. No rebote, a bola seguiu pela linha de fundo, após desvio chute desviado pela defesa.

A resposta do clube de PoA veio aos 8. Após o corte da zaga de dentro da área, a bola sobra de frente pro gol e, de fora da área, o jogador do Zequinha soltou um foguete, que com desvio, ganharam um escanteio.

Com 14 da etapa final, o Fogão seguia fazendo pressão no ataque e quase abriu o placar com Tigrão, que pegou a bola pingando dentro da área e mandou um balaço pro gol, mas acabou subindo demais.

O alvinegro tomou controle do jogo desde o primeiro minuto da segunda etapa e ofereceu inúmeros sustos no goleiro adversário. Porém, assim como o Zequinha no primeiro tempo, não conseguiram mandar a bola para as redes. Mais próximo do gol na segunda etapa, o clube carioca manteve a pressão e continuou martelando.

Tigrão, aos 22 da etapa final, recebeu um cruzamento impecável da ponta esquerda, dos pés de Jefinho, subiu sozinho e no cabeceio pro chão e subiu demais, perdendo uma chance inacreditável.

O Fogão pressiona, ataca, briga, chuta, mas a bola não entra de jeito nenhum. Raí, depois de receber um cruzamento na medida, domina e bate pro gol, mas o goleiro salva mais uma vez com uma grande defesa.

Após empate no tempo normal, a decisão foi para os pênaltis. Nas penalidades, o Botafogo levou a melhor, vencendo o São José por 9 a 8 e seguindo para a próxima fase.

Classificação e próximos compromissos

Com a classificação para a próxima fase, o Botafogo enfrentará o Taubaté, seu rival no grupo 14. Porém, desta vez será pelo mata-mata, e quem perder, vai pra casa.

VAVEL Logo