Em duelo equilibrado, Atlético-MG vence Democrata fora de casa e dispara na liderança
Foto: Pedro Souza/Atlético 

Visando garantir a primeira colocação, o líder Atlético-MG visitou o Democrata pela penúltima rodada da fase classificatória do Campeonato Mineiro e conquistou a vitória por 1 a 0, no Mamudão.

Início truncado

O técnico Antonio Mohamed escalou um time diferente, no papel, com três zagueiros: Rafael; Igor Rabello, Nathan Silva e Rever; Arana, Allan, Jair e Ademir; Vargas, Sasha e Keno. Em uma tarde de muito calor, o primeiro tempo começou com pressão e finalização da equipe da casa, já no primeiro minuto. O confronto seguiu disputado e o Galo respondeu em boa trama do ataque, que terminou em uma finalização de Sasha por cima do gol, aos 6 minutos. 

Em duelo de muitos embates, aos 10 minutos de jogo o Democrata já contava com dois de seus jogadores amarelados por entradas duras. Apesar de boas chegadas à área de ambas as equipes, os goleiros Lucão e Rafael não precisaram mostrar serviço. Com poucas finalizações, a primeira etapa se encerrou sem gols. 

Foto: Pedro Souza/Atlético
Foto: Pedro Souza/Atlético

Do banco para decretar a vitória

O segundo tempo começou com domínio e maior posse da equipe atleticana, mas ainda sem chances claras de gol. Aos 12, após belo passe de Guilherme Arana, o Galo chegou à primeira finalização em gol com Sasha, mas Lucão fez a defesa. Em seguida, Ademir finalizou com perigo na pequena área gerando nova intervenção do goleiro, mas já havia impedimento no lance. 

Aos 16, em nova oportunidade, Sasha finalizou de fora da área e acertou a trave. E, logo aos 18, Keno cobrou falta no ângulo, mas, novamente, a batida parou na trave esquerda do goleiro Lucão. Aos 23 minutos, a primeira troca do técnico Mohamed, para aumentar a pressão: saíram Vargas e Jair para a entrada de Fábio Gomes e Nacho. 

Aos 29, novas mudanças: entraram Savarino e Dylan para as saídas de Ademir e Keno. A partida seguiu com domínio do Atlético-MG, que rondava a área mas não conseguia chegar ao gol.  

Após cobrança de falta em dois toques, Lucão fez outra bela defesa no chute de Nacho. Depois de um longo período de pressão, o placar foi inaugurado. Dylan roubou a bola dentro da área e tocou para Nacho chutar forte, sem chances para o goleiro, aos 41. Em contra-ataque, Tchê Tchê chutou, Lucão espalmou e Savarino concluiu a gol, mas a arbitragem sinalizou impedimento. 

Apesar de um jogo disputado de forma limpa, nos acréscimos houve confusão no gramado: Fábio Gomes, do Galo, e Rafael Caldeira, do Democrata, foram expulsos. 

Próximos jogos 

Na rodada de encerramento da fase classificatória, o Atlético-MG enfrenta a Caldense, às 16h30, no Mineirão. O Democrata, por sua vez, joga fora de casa diante da URT, no mesmo dia e também às 16h30. 

VAVEL Logo