Palmeiras tenta reverter vantagem do atual campeão São Paulo na final do Paulistão
Foto: Divulgação / SE Palmeiras

Tal qual em 2021, Palmeiras e São Paulo farão a finalíssima do Campeonato Paulista 2022. Neste domingo (03), a partir das 16h (Horário de Brasília), as duas equipes se enfrentam no Allianz Parque para decidir se os visitantes conquistam o bicampeonato - ou se a equipe da casa conseguirá reverter o 3 a 1 imposto pelos oponentes na primeira peleja.

A partida do Paulistão 2022 terá menos público que a capacidade máxima do estádio por conta da preparação para o show da banda Maroon 5, na próxima terça-feira (05). Ao invés de cerca de 40 mil pessoas, o estádio terá por volta de 30 mil palestrinos. O setor Norte do estádio terá capacidade reduzida e com telões para quem não puder assistir à peleja.

Tentando a virada

Já com a melhor campanha do certame nos números, o Palmeiras buscará o título. Na primeira fase, a equipe ficou na liderança do Grupo C, com 30 pontos - à frente de Ituano (vítima nas quartas de final), Botafogo e Mirassol. Na semifinal, o Verdão eliminou o Red Bull.

O Alviverde Imponente terá um único desfalque para a decisão do Campeonato Paulista: Luan, ainda sentindo uma lesão na coxa. Danilo, recuperado de outra lesão na coxa, está à disposição.

Em entrevista coletiva, Gustavo Gómez, zagueiro e capitão da equipe, falou sobre o espírito do elenco para a decisão. "Trabalhamos para ganhar esse direito e sabemos como é o jogo no Allianz, a torcida ajuda muito, esse combustível extra para nós. É mais uma uma final que temos que acreditar, temos um elenco muito qualificado para conseguir nosso objetivo", pontuou.

Provável escalação: Weverton; Marcos Rocha, Gustavo Gómez, Murilo Cerqueira e Joaquín Piquerez; Danilo, Zé Rafael, Gustavo Scarpa e Raphael Veiga; Dudu e Rony

Técnico: Abel Ferreira

Em busca do bicampeonato

O São Paulo liderou o Grupo B do Paulistão: foram 23 pontos, ficando á frente de São Bernardo (equipe derrotada nas quartas de final), Ferroviária e Grêmio Novorizontino. Na semifinal, a equipe derrotou o rival Corinthians. E, agora, o Tricolor busca o bicampeonato de direito, que não é conquistado desde 1992 pelo clube.

O SPFC tem duas baixas, ambas por lesão: Gabriel Sara e Walce.

Após treino aberto, com a presença de mais de 21 mil torcedores no Morumbi, Rogério Ceni falou sobre a arbitragem da peleja: "É um árbitro de extrema qualidade. Para mim, o Raphael Claus é o melhor árbitro brasileiro. Fico tranquilo. Não sei quem vai no VAR, mas a preocupação maior é lá no VAR. Os jogadores vão estar concentrados em jogar futebol, se preocupando com o jogo", pontuou.

Provável escalação: Jandrei; Rafinha, Diego Costa, Léo Pelé e Welington (Reinaldo); Pablo Maia, Rodrigo Nestor, Igor Gomes e Alisson; Eder (Luciano) e Jonathan Calleri

Técnico: Rogério Ceni

Arbitragem

Árbitro: Raphael Claus (SP)

Assistentes: Danilo Ricardo Simon Manis (SP) e Neuza Inês Back (SP)

VAR: Thiago Duarte Peixoto (SP)

VAVEL Logo