Fortaleza consegue seu sexto título em cinco anos e se consolida nacionalmente
Foto: Divulgação / Fortaleza EC 

Mais um título na conta do Leão! O Fortaleza conquistou o bicampeonato da Copa do Nordeste neste domingo (3). Com uma campanha irretocável o Tricolor foi campeão de forma invicta pela primeira vez na história da competição. Na campanha, foram quatro vitorias, com nenhuma derrota e com isso consagrando esse elenco vencedor.

O crescimento do Fortaleza é muito evidente nesses últimos cinco anos. Com uma diretoria organizada e que renovou todo o seu departamento de futebol, a era de vitórias veio rapidamente. Isso começou em 2017 com o presidente Luiz Eduardo Girão e agora passando pelas mãos do Marcelo Paz onde vieram seis títulos e dois acessos. 

2017 e 2018: a volta por cima, o tão sonhado acesso até o título da Série B

Em 2017 o Fortaleza fez uma péssima campanha no Campeonato Cearense ficando fora das finais e todo o seu departamento de futebol foi reformulado com o presidente Jorge Mota se afastando. Assume Luiz Eduardo Girão, ele renovou todo o elenco, com altos e baixos o Leão conseguiu o tão sonhado acesso depois de ficar oito anos na Série C.

No ano de 2018 sobre o comando do Marcelo Paz, o presidente tricolor surpreendeu e trouxe o novo técnico Rogério Ceni. No seu primeiro ano o ex goleiro são paulino teve muitas dificuldades no começo perdendo o título cearense para o seu maior rival, o Ceará. Mas foi na Série B que começou a caminhada dos títulos, com uma campanha avassaladora o Leão foi campeão com três rodadas de antecedência conseguindo o acesso para a elite do Brasileirão depois de doze anos. 

2019 e 2020: campeão da Copa do Nordeste, do Cearense até a vaga na Sul Americana

A segunda temporada com o comando de Rogério Ceni começou com a conquista do Cearense, derrotando o Ceará, vingando o ano anterior e o primeiro título da Copa do Nordeste vencendo o Botafogo-PB. Na Série A algumas dificuldades e um baque, a saída de Rogério Ceni para o Cruzeiro e o time caiu de produção. Mas no final do campeonato o ídolo tricolor voltou e o clube conseguiu sua primeira classificação em um torneio internacional, a Sul Americana. 

O ano de 2020 começou com a primeira partida internacional da história do Fortaleza em um confronto com o Independiente. No jogo de ida o o Rei de Copas venceu por 1 a 0 e no segundo duelo o Leão vencia por 2 a 0, mas nos acréscimos levou um gol e foi eliminado, valeu pela linda festa da torcida. Veio a pandemia e os jogos voltaram somente em Julho, mas a rotina de títulos não parava, com a conquista do bicampeonato cearense. No final da temporada, a despedida de Rogério Ceni que foi para o Flamengo e a luta contra o rebaixamento, se salvando na última rodada.  

2021 e 2022: mais um tricampeonato cearense, a vaga na libertadores e o bi do Nordeste

A temporada começa com mais uma disputa contra o Ceará e novamente mais um título sobre o rival no Campeonato Cearense e assim se tornando tricampeão. Com eliminação na Copa do Nordeste, o presidente Marcelo Paz em mais uma jogada de mestre contratou o técnico argentino Juan Pablo Vojvoda, então no Brasileirão o treinador impôs o seu estilo de jogo e conquistou a vaga na Libertadores, com uma campanha além da expectativa, chegando na quarta colocação. Além disso o clube chegou na semi da Copa do Brasil, só derrotado pelo campeão Atlético-MG.

Agora em 2022, mais uma conquista, com uma trajetória invicta o Tricolor de Aço conseguiu o seu segundo caneco do Nordestão, depois de vencer  o Sport por 1 a 0 em um confronto difícil. Terminando assim esses cinco anos de conquistas de um clube que estava afundado na Série C em 2017 até os dias de hoje. Ainda pode ter mais, o Leão está na final do estadual onde pode conquistar o tetra pela segunda vez na história e a grande estréia da Libertadores, em busca de mais um sonho, fazer uma boa campanha em um torneio internacional. 

VAVEL Logo