Abel explica mudanças contra Cuiabá: "Não vou cometer o mesmo erro duas vezes"
Foto: Divulgação / Fluminense 

Na noite deste sábado (16), o Fluminense venceu sua primeira partida no Campeonato Brasileiro. Com gol contra do zagueiro Paulão, o Tricolor venceu o Cuiabá por 1 a 0, fora de casa, na Arena Cuiabá, esta vitória deixou a equipe momentaneamente, na segunda colocação da competição.

Após ser derrotado por 3 a 0 para o Junior Barranquilla, pela Sul-Americana, o comodante Abel Braga lembrou que está sendo obrigado a fazer muitas mudanças e substituições na equipe, por conta da quantidade de jogos e de viagens que o clube vem fazendo nos últimos dias. Após o jogo, o técnico tricolor comentou sobre essas mudanças.

“Sabe o que acontece? Eu cobro muito meu jogador, mas eu me cobro muito. Eu devia ter feito algumas mudanças no jogo da Sul-Americana. Não que tenhamos um plantel grande, temos jogadores com qualidade e poderia ter trocado para oxigenar mais como fiz hoje. Não vou cometer o mesmo erro duas vezes. Nós passamos a madrugada viajando, perdemos uma noite, e depois do jogo para quinta perdemos outra noite. E hoje vamos perder outra noite, porque vamos jogar terça. É desumano. Não quero dar desculpa de nada, Cuiabá foi até Porto Alegre, ficou 5h, chegou de madrugada também. É assim, vimos muito erro de passe dos dois lados, porque o discernimento não é o ideal. Eles tiveram uma intensidade maior. Controlamos melhor. Qual defesa que o Fábio fez? Nenhuma. Fico feliz pelos jogadores, porque eu acertei na estratégia, podia ter errado aqui e estar confessando.

Até aqui no Brasileirão, o Fluminense tem dois jogos com apenas um gol marcado e contra, mesmo sendo um dos melhores ataques da temporada, não brasileiro o ataque tricolor ainda não desencantou. O comandante Abel Braga falou sobre este tema e, mesmo dando elogios ao seu setor ofensivo, pontuou que deverá haver melhoras e também deseja que seu time seja mais vertical.

“No primeiro tempo, o Cuiabá botou intensidade, tivemos três ou quatro chances de chutar e não chutamos. Puxei a orelha deles no intervalo. Está faltando ter mais profundidade. O que acontece, nós temos um jogador que com a bola é um fenômeno, que é o Ganso. Ele faz a equipe agrupar. Mas têm os atacantes que dar uma opção maior de profundidade. Quando o Luiz Henrique pegava a bola, o Everton dobrava a marcação. O Fred, no meu modo de pensar, foi incrível. Quando a bola estava no sufoco, ele chegava. O Nonato não fazia um jogo há quanto tempo? O Wellington? Tentamos botar jogadores mais tranquilos no jogo. O Yago entrou muito bem, no jogo passado teve um probleminha. Não temos que só dar opção para a bola, tem espaço para profundidade para ficar mais vertical”

Na segunda etapa, o treinador colocou em campo o atacante Caio Paulista, um dos participantes do lance que gerou o gol do Flu. Ele era o jogador pressionava Paulão, com isso, o zagueiro acabou tocando a bola para o próprio gol. Esta foi apenas a sétima partida do atacante na temporada, e como sempre sincero, Abel explicou a nova chance que Caio teve, e disse que pode até ter sido injusto com o jogador.

“Eu falo com meu jogador assim: "Não faço sacanagem com jogador, com nenhum". Eu posso, pela minha consciência e minha cabeça, cometer injustiça, de repente fui injusto com ele. Poderia um ou outro jogo ter colocado ele, colocado mais o Wellington... Mas não faço de sacanagem. Na Colômbia, nós tomamos o segundo gol de pênalti em uma jogada boba, no fim do primeiro tempo, e depois tomamos o terceiro gol aos 46, 47 do segundo tempo. Hoje conseguimos um gol em cima da hora. Temos chamado muito a atenção para o início e o final dos jogos. Está acontecendo com todo mundo. Mas é legal isso do Caio. Ele acabou com um problema sério do lado esquerdo, porque os dois jogadores estavam em cima do Calegari, e o Luiz (Henrique) não estava conseguindo ajudar mais. E ele (Caio Paulista) ajudou a gente na vitória”

Próximos jogos do Flu

O Fluminense volta a campo na próxima terça-feira (19), para sua estreia na Copa do Brasil contra o Vila Nova, de Goiás. O jogo será realizado no Maracanã, às 21h30, pela terceira fase da competição.

Já pelo Campeonato Brasileiro, o próximo compromisso tricolor é diante do Internacional, no próximo sábado (23), também no Maracanã, a partida será às 19h.

VAVEL Logo