Atlético-MG vence Brasiliense no Mineirão e deixa classificação encaminhada na Copa do Brasil
Foto: Pedro Souza/Atlético

Nesta quarta-feira (20), o Atlético venceu o Brasiliense por 3 a 0 no Mineirão, em partida de ida da Copa do Brasil e já coloca um pé nas oitavas de final. Todos os gols da partida foram marcados por Sasha.

Controle absoluto

Primeiro minuto de jogo, Vargas errou o passe recuado e deu de presente para o Brasiliense ligar o contra-ataque. Na sequência, Arana fez o corte e mandou a bola para escanteio. Em ótima troca de passes na intermediária, pacientemente o Atlético trabalhava a bola e Calebe, o jovem da base do Galo, viu a passagem do Arana pela esquerda e deu um passe milimétrico para o lateral. Arana carregou mais dois passos, lançou pra dentro da pequena área e Sasha empurrou para o fundo das redes, abrindo o placar no Mineirão.

Ao abrir o placar antes dos cinco minutos, o Galo colocou a torcida dentro de campo e sufocou o adversário. Guga iniciou a jogada pela ponta direita e Sasha escorou para trás, na batida a mola mascada foi para linha de fundo rendendo o escanteio para o clube mineiro. Na cobrança curta, Savarino achou Sasha livre de marcação entrando pela segunda trave, que de cabeça, escorou para o gol, ampliando a vantagem para 2 a 0 com dez minutos de jogo.

Com dois tentos no marcador, o time alvinegro permaneceu no ataque e controlando todos os cantos do campo. Enquanto isso, o Jacaré aguardava o momento certo para sair em disparada para o contra-ataque. Conseguiu algumas vezes, mas as jogadas não foram concluídas e sim, interrompidas ou interceptadas.

Passando da metade da primeira etapa, uma grande oportunidade para o Jacaré em velocidade, mas a decisão do atacante finalizou o ataque da própria equipe, que tinha dois jogadores correndo pela ponta esquerda livres de marcação. Na sequência, ataque alvinegro e Savarino mandou um foguete para o gol e Edmar Sucuri espalmou para longe da área.

Chegando nos momentos finais da primeira etapa, a equipe do Brasiliense jogava com uma linha de seis e uma de cinco, à frente do goleiro. O Galo rodeava o adversário trocando passes, buscando infiltrações, mas não achava brechas. Até que em um novo contra-ataque, Vargas recebeu uma pintura de cruzamento, dominou e na finalização o goleiro desviou. Porém, a bola caiu nos pés do goleador da noite, Sasha, que mandou para o fundo das redes, anotando seu terceiro gol na partida.

Vantagem administrada

A segunda etapa teve início semelhante a como começou e terminou. O Atlético trazendo seu time para o campo de ataque, povoando o campo de defesa adversário e girando a bola, buscando as brechas da defesa para infiltração e enquanto isso não acontecia, sufocava o adversário dentro de seu campo. O Jacaré buscava o bote para tentar sair em contra-ataque e os que davam certo, na hora de acelerar, a equipe estava completamente recuada.

Com o relógio batendo a metade da etapa final, o Atlético apenas mantinha a posse de bola, administrando o resultado. O Brasiliense, por sua vez, tentava porque tentava de alguma maneira ligar um contra-ataque para tentar diminuir, mas não vinha dando certo. O susto quem levou foi o Jacaré, após Guga receber dentro da área na ponta direita e de primeira tocar para Savarino, que de calcanhar acertou a trave. Pouco mais tarde, os visitantes conseguiram uma falta na entrada da área. Na cobrança, a bola passou à esquerda de Everson, sem perigo.

Com trinta do segundo tempo, contra-ataque relâmpago do Galo com Savarino, que dentro da área rolou para o meio, e Fábio Gomes, com o gol inteiro na sua frente, conseguiu finalizar em cima do goleiro. Perdeu uma chance inacreditável, o atacante alvinegro.

O Galo continuou rondando a área adversária, mas pecando nas conclusões das jogadas. Teve algumas oportunidades de fazer o quarto, mas não saiu. Com isso, o Atlético conquistou não só uma vitória, mas colocou um pé nas oitavas de final, depois da bela vitória em casa.

Classificação e próximos compromissos

Com a vitória, o Galo leva uma bela vantagem para Brasília, onde ocorrerá o segundo jogo. O alvinegro pode perder por até dois gols de diferença, que ainda se classifica. Por três, é penalidade e quatro, classificação para o Brasiliense.

O Atlético-MG volta a campo no sábado (23), contra o Coritiba em Belo Horizonte, às 21h. O Brasiliense volta a campo domingo (24), contra o Iporá em Brasília, às 15h.

VAVEL Logo