Atlético-MG vence Independiente Del Valle e se classifica para as oitavas de final da Libertadores
Foto: Pedro Souza/Atlético

Na noite dessa quinta-feira (19), o Atlético-MG venceu o Independiente Del Valle por 3 a 1, pela fase de grupos da Copa Libertadores. Os gols dos donos da casa saíram do pé de Hulk (2) e SavinhoGaibor foi quem diminuiu para os equatorianos.

Pressão, ansiedade e vantagem

O primeiro tempo iniciou com enorme pressão alvinegra desde o primeiro minuto, criando boas chances e dando alguns sustos na defesa adversária. Como resposta, o clube equatoriano buscava surpreender na recuperação avançada e partir para o contra-ataque rápido, mas não teve êxito nos primeiros minutos.

Não demorou muito para a pressão dos donos da casa resultar em gol. Chegando na marca dos oito minutos da etapa inicial, Hulk recebeu um presente de Allan, que deu um passe milimétrico por entre os zagueiros. O atacante dominou e tocou na saída de Ramírez, abrindo o placar para os donos da casa. Com o gol cedo, a equipe visitante passou a se lançar mais, pois precisava do resultado para continuar sonhando com uma vaga nas oitavas. E, se lançando, teve a possibilidade de empatar com Bauman, que recebeu em profundidade de Sornoza, nas costas da zaga alvinegra e bateu cruzado, mas a bola parou na trave.

Com o placar a favor, o Galo passou a se segurar, entregando a bola para o adversário e esperando o momento certo para dar o bote e partir para o ataque. A intenção era ótima, se o Del Valle não fosse uma equipe tão intensa. Ao entregar a bola para a equipe equatoriana, o Galo se pôs em risco, sofrendo alguns sustos nas subidas dos visitantes, que pecavam na conclusão.

Chegando aos  28 da etapa inicial, um bate-volta incrível das duas equipes. Primeiro, os visitantes, num ótimo contra-ataque em velocidade, que acabou com Chávez mandando nas mãos de Rafael. Na sequência, contra-ataque alvinegro, Ademir lançado em velocidade e deu passe para Sasha. O atacante furou e sobrou para Nacho, que tentou duas vezes e Ramírez afastou o perigo nas duas oportunidades. Jogo bastante nervoso. Galo perdendo grandes chances de um lado e os equatorianos perdendo no outro.

Susto, drama e o alívio

No segundo tempo, a partida voltou mais morna, com frio e pensante. O Galo criando melhor as oportunidades, buscando o lado do campo para o lançamento na área. Enquanto o Del Valle se espalhava em campo, em busca do contra-ataque em velocidade. Diferente da primeira etapa, depois do gol conquistado, em que os donos da casa entregaram a bola, nos primeiros minutos da etapa final as duas equipes buscavam o ataque.

Atingindo a marca dos dez minutos, num lançamento magnífico de Allan, desde o campo de defesa em ligação direta para o ataque, Hulk fez o que mais gosta, cavou na saída do goleiro e correu para a galera. Com dois gols atrás no marcador, não restou alternativas para o clube equatoriano, que não fossem o desespero de se jogar no ataque à qualquer custo.

Com a partida chegando na metade da etapa final, o Galo aumentou sua linha defensiva para quando sem a bola e quando com ela, partia para uma formação totalmente ofensiva, espetando os pontas e afunilando com os meias. Ademir teve a oportunidade de ouro, quando recebeu um ótimo lançamento, ficou sozinho com o goleiro e na tomada de decisão errada, perdeu a chance de aumentar o marcador, ao ser desarmado pelo goleiro.

O relógio batia a marca dos trinta e sete minutos, quando em boa jogada trabalhada e apagão total da defesa alvinegra, a bola sobrou para Gaibor, que bateu de primeira mandando para o fundo das redes. Em momento em que o Galo jogava melhor, surgiu uma falha e desta vez, a equipe equatoriana não desperdiçou. O gol a favor deu gás para os visitantes, que passou a pressionar os donos da casa na reta final da partida.

Já nos acréscimos, a partida ficou ainda mais tensa, lá e cá. com a pressão voltando a ser do clube alvinegro, Savinho recebeu na ponta direita pelos pés de Hulk, gingou para cima do marcador no duelo individual, venceu, cortou para fora e bateu firme, cobrindo Ramírez. Outra pintura dos donos da casa, colocando 3 a 1 no final do jogo. Após retomar o jogo, o árbitro apitou o fim da partida.

Situação das equipes e próximos confrontos

Com a vitória sobre o clube equatoriano, o Galo se classificou antecipadamente para as oitavas de final da Copa Libertadores. Com a derrota, o Independiente Del Valle se complicou ainda mais na competição.

O Atlético-MG entra em campo novamente no domingo (22), contra o Brasiliense no Espírito Santo, em partida válida pelo segundo jogo da terceira fase da Copa do Brasil. Lembrando que o clube alvinegro jogará com uma vantagem de três gols, conquistada na primeira partida.

VAVEL Logo