Apesar do empate, Roger elogia o desempenho do Grêmio
jogando fora de casa
Foto: Lucas Uebel/Grêmio

Na noite desta segunda-feira (13), Grêmio empatou sem gols com o Sport, na Arena Pernambuco. Com o placar igual, o Tricolor Gaúcho se manteve na mesma posição na tabela, em 5º lugar, com um ponto atrás do Leão da Ilha.

Após a partida, o técnico Roger Machado concedeu uma entrevista coletiva, onde se disse frustrado pelo empate, mas que a equipe fez um bom jogo.

A frustração do empate se dá por justamente a gente ter concluído bastante e termos pecados na capacidade das conclusões. Foi um bom jogo, para a formação jogando fora de casa, dois tempos distintos, jogo de peso, mas acho que atuamos com um bom nível.”

No segundo tempo o técnico mexeu no time e com a entrada de Villasanti (voltou para o time após estar com a seleção do Paraguai) no lugar do Bitello, o Roger queria deixar o time mais seguro e solto nos últimos 45 minutos. E a estratégia deu certo, já que o Grêmio criou as melhores oportunidades na etapa final.

A estratégia se mostrou válida para a intenção da gente fazer um jogo sólido, liberar os atacantes para ficar sem a bola em fase defensiva, na medida que sabíamos que na primeira parte de construção ia conseguir levar a bola para frente. Ela se mostrou eficiente para o propósito, a ideia era no segundo tempo soltar. Tivemos talvez as melhores oportunidades no segundo tempo. Com o time mais leve continuamos criando.”

Roger acredita que o nervosismo tem atrapalhado a equipe e que isso precisa ser trabalhado, principalmente nos jogadores mais jovens.

"Precisamos trabalhar esse momento com frequência. Na hora do jogo, tem outros fatores, inclusive o emocional. É que já falamos, o jogador mais experiente por vezes tem maior tranquilidade, o coração dos mais jovens, nesses momentos, bate mais rápido.”

 

VAVEL Logo