Com primeiro tempo movimentado, América e Atlético-MG ficam no empate pelo Brasileirão
Pedro Souza/Atlético-MG

América-MG e Atlético-MG se enfrentaram na tarde deste domingo (28), no Independência, pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro. A partida truncada terminou empatada em 1 a 1 com os gols marcados no primeiro tempo. Hulk abriu o placar em cobrança de falta e Henrique Almeida, que ainda perdeu um pênalti, descontou para o Coelho.

Um para lá, um para cá

As redes balançaram logo aos 9 minutos de jogo. Após cobrança de falta, Hulk abriu o placar para o Galo. Minutos depois, Henrique Almeida recebeu um grande passe e chutou forte no canto de Everson para empatar. Aos 40, o atacante do América perdeu um pênalti que poderia dar a virada ao Coelho.

Mesmo com os gols, a partida se manteve equilibrada durante todo o primeiro tempo. O Galo não teve o domínio da posse de bola como era visto em jogos anteriores, e nem forçava uma pressão na linha de defesa do América. Já o Coelho, teve uma certa fluidez para rodar a bola e se infiltrar na defesa atleticana. As equipes tiveram poucas chances de marcar, mas as que tiveram, foram oportunidades claras.

Se no primeiro tempo os times tiveram poucas chances, no segundo tempo houveram menos chances ainda. O América teve as duas oportunidades mais claras de marcar com Aloísio. Já o Galo, pouco produziu no resto da partida, os alvinegros pareciam desconectados em campo.

As duas equipes usaram as cinco alterações, mas as mexidas não mudaram o desempenho dos clubes na partida.

Melhores momentos de América-MG 1-1 Atlético-MG

Começo agitado

O Galo abriu o placar logo aos nove minutos de jogo, no primeiro chute a gol que deu. Após arrancada de Pavon, o argentino foi derrubado por Eder. Na cobrança da falta, Hulk chutou forte no canto de Matheus Cavichioli, que acabou aceitando.

Mesmo com o Galo abrindo o placar, era o Coelho quem tinha a posse de bola, e mais presença no campo de ataque. Os mandantes empataram poucos minutos depois. Após grande passe de Juninho, Henrique Almeida dominou e chutou forte no canto esquerdo de Everson para marcar.

Por muito pouco o Atlético não aumentou a vantagem com Zaracho, aos 24. Após pegar a sobra na intermediária, o meia arriscou de primeira, a bola fez a curva e bateu na trave.

A partida se manteve equilibrada, os erros de passes das duas equipes entregavam a posse de bola ao adversário, deixava o jogo lá e cá. O Galo tinha dificuldade para construir jogadas, então atacava usando a velocidade. Já o América, chegava com mais naturalidade ao campo de ataque.

Já nos 40 minutos, o Coelhão teve a oportunidade de virar o jogo com um pênalti a favor, marcado por causa de um toque de mão de Rever. Henrique Almeida cobrou, mas Everson fez a defesa.

Ao final, o Galo teve uma chance semelhante à que teve no lance do primeiro gol. Hulk fez a cobrança da falta, mas dessa vez, o goleiro americano defendeu.

  • Desempenho fraco

O segundo tempo iniciou com as equipes desempenhando o mesmo futebol do primeiro tempo. A partida truncada, fazia com que o jogo não fluísse. As equipes atacavam sem oferecer perigo aos goleiros.

A primeira grande chance no segundo tempo foi do América, e aconteceu somente aos 24 minutos. Aloísio pegou de primeira a sobra de dentro da área, e finalizou bonito para Everson fazer uma grande defesa e salvar a equipe alvinegra de sofrer a virada.

O jogo seguia com muita dificuldade de criação das duas equipes. O Galo teve maior posse, mas não a sustentava. O América, fazia muitas faltas, o que deixava a partida travada. O desempenho abaixo das duas equipes resultava na insatisfação das torcidas.

Já nos minutos finais. Em falta lateral cobrada por Patric, Aloísio subiu alto no segundo pau para cabecear, a bola levou perigo, mas foi para fora.

  • Classificação e calendário

O empate segura a sequência positiva do América de seis jogos sem perder. E deixa a equipe com 32 pontos, na nona posição. O Coelho recebe o Coritiba no sábado (3), pelo Brasileirão.

O resultado dificulta ainda mais a vida do Atlético-MG, que sonha com a vaga na Libertadores. O ponto conquistado mantém o time na sétima posição, com 36 pontos. O Galo enfrenta em Goiânia o Atlético-GO, no domingo (4), pelo Campeonato Brasileiro.

VAVEL Logo