De virada, Bahia vence Vasco e dá passo importante na briga pelo acesso à Série A
Foto: Daniel Ramalho / CRVG

No duelo direto pelo G-4 da Série B, deu Bahia! Na tarde deste domingo (28), o Tricolor de Aço venceu o Vasco de virada por 2 a 1 e abriu nove pontos para o quinto colocado.

O Vasco, com a derrota, ficou na quarta posição com apenas quatro pontos de vantagem pro Londrina, atual quinto colocado.

Pressão do Bahia e gols contra

O Bahia começou o jogo de forma fulminante. Com 10 minutos de jogo, o time do treinador Enderson Moreira já tinha finalizado três vezes contra o Vasco, que não conseguia passar do meio de campo.

A estratégia do treinador Emilio Faro, com a entrada de mais um lateral no time, era corrigir os problemas defensivos que tem se apresentado em São Januário. Nos últimos seis jogos como visitante, foram cinco derrotas e apenas uma vitória.

Mas a estratégia não deu certo. Com Alex Teixeira enfiado na frente, o time não conseguiu construir uma boa jogada de gol e sequer finalizou no primeiro tempo. Mas mesmo sem nenhuma efetividade, o gol saiu.

Nenê cobrou escanteio com muito perigo, Bruno Tubarão disputou no alto com o goleiro Danilo Fernandes e a bola bateu no peito de Ricardo Goulart, entrando contra o próprio gol.

O Bahia sentiu o gol no primeiro momento, mas logo tomou conta novamente da partida. A equipe ficou com a bola e pressionou o Vasco em seu campo de defesa.

Em uma boa jogada pelo lado esquerdo, Daniel cruza rasteiro, Quintero tenta cortar e manda contra o próprio gol. Gol contra de um lado, gol contra do outro e tudo igual no placar.

Mas o Bahia chegou à virada ainda no primeiro tempo. Após cobrança de escanteio, Ricardo Goulart sobe sozinho e cabeceia firme, sem chances para Thiago Rodrigues: 2 a 1.

Triunfo e acesso próximo

O segundo tempo teve o mesmo panorama da etapa inicial. Pressão do Bahia e Vasco se defendendo.

Com menos de 10 do segundo tempo, o Bahia já tinha obrigado o goleiro Thiago Rodrigues a fazer duas grandes defesas. E o restante do jogo seguiu no mesmo ritmo.

Mesmo perdendo, o Cruzmaltino não conseguia impor um ritmo que incomodasse o Bahia e parecia que os baianos estavam mais próximos do terceiro gol que o Vasco do empate.

As saídas de Nenê e Alex Teixeira deixou o time mais leve, mas o poder ofensivo seguiu o mesmo. Ou seja, inoperante. Nenhuma mudança realizada por Emilio Faro surtiu efeito na equipe.

O que parecia é que apenas o acaso faria o Vasco empatar essa partida. E no último lance do jogo, por muito pouco, o acaso não aconteceu.

Edimar cruzou da esquerda e Eguinaldo apareceu livre com Gabriel Pec no ataque. Mas nenhum dos dois atacantes conseguiu dominar a bola e tentar o empate. No fim, não teve acaso, mas um caso: a inoperância do Vasco como visitante. São cinco derrotas seguidas da equipe jogando fora de casa na competição.

Classificação e próximos jogos

Com a vitória, o Bahia dá mais um passo importante rumo ao acesso. A equipe chega a 47 pontos e abre nove para o Londrina, primeira equipe fora do G-4.

Já o Vasco, derrotado na partida de hoje, fica com 42 pontos, a quatro do Londrina.

Na próxima rodada, o Bahia vai enfrentar a Ponte Preta no Moisés Lucarelli. Em busca de recuperação, o Vasco recebe o Guarani em São Januário.

VAVEL Logo