Após empate amargo, Paulo Pezzolano analisa resultado: "Uma pena, fomos superiores"
Foto: Thomás Santos/Staff Images

Na noite desta terça-feira (30), o Cruzeiro empatou com o Sampaio Corrêa por 1 a 1, no Castelão, em São Luís/MA. A Raposa levou um pontinho pra casa e segue na liderança completamente isolada da Série B. A treinador celeste, Paulo Pezzolano gostou da postura da equipe, da intensidade e entrega, mas também falou sobre o campo pesado e as dificuldades impostas pela Bolívia Querida.

"Hoje foi um bom jogo. Temos um rival que em sua casa é muito forte, clima, campo, muito pesado. Se viu uma equipe sempre indo para frente, e foi o Cruzeiro, não especulando com nada, sempre indo para frente."

Para muitos, o desempenho celeste não deixou a desejar, com tamanha entrega e intensidade dentro de campo. O mesmo foi metade pelo comandante, que elogiou a postura dos seus jogadores.

"Coragem dos jogadores vir aqui, jogar com bloco alto e fazer o que trabalhamos, é incrível. Uma pena não termos levado o resultado."

O gol do rival surgiu em um lance de bola parada, uma dificuldade que o clube celeste tem enfrentado em algumas ocasiões. No entanto, mesmo com tantas tentativas de buscar o gol da vitória, o empate permaneceu. O uruguaio analisou também a situação.

"Acontece, na bola parada contra, sabemos que o rival é forte em bolas paradas. Tentamos jogar, mas não temos tantos jogadores altos, é a realidade, todos os rivais sabem, não tem problema. Sofremos um gol, mas poderíamos ter feito mais."

Dentro do tempo regular, a equipe jogou bem, se posicionou bem, mas deixou a desejar no capricho e nas finalizações para o gol. Paulo Pezzolano também percebeu, e falou um pouco sobre a baixa taxa de conversão.

"Para falar taticamente bem, a equipe que propõe e tem o bloco alto, vai ter muita oportunidade de gol e porcentagem baixa de aproveitamento. É normal, acontece com as equipes no mundo. Temos que colocar mais qualidade."

A Raposa descansa no Maranhão e na manhã desta quarta-feira, fará um treino, antes do retorno à Belo Horizonte. O Cruzeiro volta a campo apenas no domingo (04), contra o Criciúma no Mineirão, às 16h.

VAVEL Logo