Sampaio Corrêa sai na frente, mas cede empate para Criciúma
Foto: Divulgação / Sampaio Corrêa

No Castelão, o Sampaio Corrêa ficou no 1 a 1 contra o Criciúma pela Série B e não se afasta do perigo do rebaixamento. Do outro lado, o TIgre se mantém cada vez mais longe do G-4. Em um jogo disputado, os maranhenses abriram o marcador na etapa inicial e no segundo tempo Thiago Alagoano garantiu a igualdade para os visitantes. 

Muita polêmica em gol anulado, mas Ygor Catatau coloca a Bolívia na frente

O jogo começou com o Sampaio se impondo para cima dos visitantes e aos cinco a primeira discussão. Em escanteio cobrado pela esquerda, André Luiz meteu uma bomba de cabeça na trave, mas a bola acabou subindo e voltou de novo embaixo da rede. Poveda estava lá e mandou para dentro, porém tudo estava parado, pois a assistente já tinha assinalado saída da bola, gerando muita polemica acerca desse gol anulado. 

O time maranhense continuava na pressão e, aos 14, perdeu uma chance inacreditável. Poveda pegou um mal recuo de cabeça do defensor adversário, driblou o goleiro e na hora de tocar para a rede conseguiu mandar na trave.

O jogo ficou equilibrado até os 37 minutos quando na primeira oportunidade em direção ao gol, Igor Catatau conseguiu tirar o zero. Pimentinha sambou na ponta direita e levantou para o atacante que cabeceou firme, dando nenhuma chance ao goleiro Gustavo: 1 a 0.

A Bolívia Querida seguia indo pra cima do adversário que não conseguia impor um domínio e na última conclusão a defesa tirou. O lance começou em uma falta pela esquerda e o André Luiz tentou pegar o cruzamento e dividiu com o Gustavo, ele ainda deu um toque e o defensor em cima da linha afastou o perigo. Esse foi o momento derradeiro da primeira etapa, que acabou com vantagem dos donos da casa.

Thiago Alagoano empata para o Tigre 

No começo da etapa final os dois times pouco criaram e realizavam poucas infiltrações no ataque. O Sampaio administrava o resultado e buscava o contra-ataque.

Mesmo estando atrás do marcador, o Criciúma pecava na falta de criatividade, portanto foram poucas emoções no início. Apenas a partir dos 20 que os donos da casa executou a primeira finalização com perigo, na bola parada. Em falta cobrada em direção a área, André Luiz finalizou pressionado com a defesa, que tirou o perigo. 

Mesmo dominando as ações, a Bolívia sofreu empate no momento que segurava a vitória. Ítalo passou de dois pela esquerda e levantou na cabeça de Thiago Alagoano, que mandou para a glória, deixando tudo igual: 1 a 1.

O empate não abateu os maranhenses que buscavam uma pressão na reta final. A bola sobrou para o Poveda, que emendou de primeira  passando rente ao poste direito. Aproveitando que o adversário deixava a defesa escancarada, os catarinenses realizaram a última oportunidade do jogo em uma batida de Léo Costa que raspou a trave. Diante disso terminando na igualdade, resultado ruim para os dois times que não aspiram nada no campeonato.

Sequência

Na 12º colocação e com 39 pontos, o Sampaio volta a atuar na próxima sexta-feira (23) onde enfrenta o Náutico, fora de casa. Enquanto o Criciúma joga no domingo (25) diante da Chapecoense, no  Estádio Heriberto Hulse. Antes, o Tricolor joga a partida de volta da final da segunda divisão do Campeonato Catarinense, contra o Atlético Catarinense, na quarta-feira (21), às 20h.

VAVEL Logo