Na defesa da liderança, Palmeiras faz clássico contra Santos no Allianz Parque
Alviverde teve a semana livre para se preparar para o clássico. (Foto: Cesar Greco/Palmeiras)

A noite deste domingo (18) reserva o encontro de um dos grandes clássicos do futebol nacional. O Allianz Parque será mais uma vez palco do confronto entre Palmeiras e Santos, clubes que nos últimos anos foram protagonistas de decisões importantes e viram a rivalidade aflorar ainda mais. O jogo, marcado para às 18h30 e válido pela 27ª rodada do Campeonato Brasileiro, será o de número 346 entre as duas equipes.

Diferente das decisões de Copa do Brasil e Libertadores, a partida será marcada pelos opostos. O Alviverde, líder do Brasileirão com 54 pontos e com oito de vantagem sobre o segundo colocado Internacional, tem o incrível aproveitamento de 81,8% nos clássicos paulistas na temporada atual. Quando o recorte do desempenho é somente do campeonato brasileiro, o retrospecto é melhor: são quatro vitórias em quatro jogos, 100% de aproveitamento.

O Santos por sua vez vive o inverso. Atualmente, o desempenho em clássicos não é animador. Pelo Brasileirão, foram duas derrotas, um empate e apenas uma vitória em clássicos. Na tabela de classificação, a equipe ocupa o 11º lugar, com 34 pontos. Nos últimos cinco jogos, o alvinegro praiano venceu apenas um, e o mau momento culminou na demissão do técnico Lisca.

Para o confronto de logo mais, o Peixe precisará superar o baixo desempenho como visitante. Até o momento, a equipe tem o aproveitamento de apenas 30% longe da Vila Belmiro. O Palmeiras, por outro lado, é dono da 4ª melhor campanha em casa, com 27 pontos conquistados e 69% de aproveitamento.

  • Abel Ferreira tem elenco quase completo à disposição

O Palmeiras teve a semana livre para se preparar para o clássico de logo mais. As únicas ausências que a equipe tem para o clássico são os lesionados Jaílson e Raphael Veiga. Por outro lado, o treinador português pode relacionar a jovem promessa Endrick para o banco de reservas.

Na equipe titular, o time não deve ter mudanças. Bruno Tabata segue ocupando a vaga de Veiga e formando o meio de campo junto com Danilo e Zé Rafael. Na frente, o trio de ataque segue com Gustavo Scarpa, Dudu e Rony.

Provável escalação: Weverton; Marcos Rocha, Gustavo Gómez, Murilo e Piquerez; Danilo, Zé Rafael e Bruno Tabata; Gustavo Scarpa, Dudu e Rony.

  • Com interino no banco, Santos deve manter formação dos últimos jogos

Orlando Ribeiro foi o escolhido para ocupar a vaga de treinador enquanto a diretoria não acerta com um novo comandante. Com uma semana de treinos, o interino não fará grandes alterações na formação inicial da equipe, mantendo inclusive o esquema tático utilizado por Lisca. A única ausência no elenco é Rodrigo Fernández, que está lesionado na coxa direita.

A única dúvida na escalação está no meio. Carlos Sánchez está liberado pelo Departamento Médico do clube, e disputa com Carabajal a vaga ao lado de Camacho e Vinícius Zanocelo.

Provável escalação: João Paulo; Madson, Maicon, Eduardo Bauermann e Felipe Jonatan; Camacho, Vinícius Zanocelo e Carabajal (Carlos Sánchez); Lucas Braga, Marcos Leonardo e Soteldo.

  • Arbitragem

Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (Fifa)

Assistente 1: Bruno Boschilia (Fifa) 

Assistente 2: Victor Hugo dos Imazu Santos (PR)

Quarto árbitro: João Vitor Gobi (SP)

VAR: Daiane Caroline Muniz dos Santos (Fifa)

VAVEL Logo