Bahia marca no fim e arranca empate contra Operário pela Série
B
Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia

Em noite de surpresas, Bahia e Operário empataram por 2 a 2, neste sábado (24), pela 31ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. O Fantasma chegou a abrir 2 a 0, com gols de Reina e Junior Brandão no primeiro, pelo lado do Tricolor baiano, Ricardo Goulart descontou antes do intervalo e no fim da partida, Dirceu (contra), deixou tudo igual no placar.

  • Reviravoltas

 A partida começou com o mandante pressionando, aos três minutos, Jacaré chutou de fora da área e Vanderlei mandou para linha de fundo, minutos depois, o atacante finalizou novamente, mas sem sucesso. Confirmando o domínio do Bahia nos primeiros minutos, aos oito, Luiz Henrique lançou a bola na área, Davó apareceu atrás da defesa, dominou e finalizou para fora do gol. Aos 11 minutos, Ricardo Goulart balançou a rede, mas o VAR apontou impedimento do Jacaré quando recebeu o passe no início do lance e anulou o gol.

O gol anulado foi uma ducha de água fria para o Bahia e foi o que Operário precisava para acordar para a partida. O Tricolor passou a cometer erros e a defesa de expos. Aos 20 minutos, na sua primeira chegava, depois de uma linda tabela entre Júnior Brandão e Pavani, que sobrou para Reina finalizar e manda direito para o gol, abrindo o placar no Fonte Nova. E deu mais Fantasma, dois minutos depois, Pavani recebeu na esquerda, avançou na linha de fundo e cruzou para Júnior Brandão empurrar para o gol, ampliando o placar para 2 a 0. Até então, Operário quebrava o jejum de 9 jogos sem vencer fora de casa. Aos 30, o Fantasma quase marcou o terceiro, mas o chute de Junior Brandão parou na trave.

Quase no fim da partida, após cobrança de escanteio cobrado por Mugni, escorado por Davó, sobrou para Ricardo Goulart de cabeça, diminuiu a vantagem do Operário. Ainda nos acréscimos quase saiu o empate, mas Goulart estava impedido quando desviou o chute de Marco Antônio.

  • Nos acréscimos

O Bahia voltou do intervalo ainda embalado com o fim do primeiro tempo e aos três minutos já mandou uma bola no travessão, após chute de Goulart. Mas a pressão do Tricolor não durou muito, apesar da posse de bola, encontrou dificuldades em achar espaços para atacar, já que Operário recuou e passou a jogar com os onze jogadores no campo defensivo. Apesar do time recuado, o Fantasma assustou, aos 26 minutos, com Rafael Chorão e 32 minutos com Getterson.

A etapa final não teve muitas emoções, o gol de empate só saiu nos acréscimos após escanteio cobrado pelo Verhon, que Ignacio mandou de cabeça, mas a bola ainda bateu em Dirceu (contra) e com o desvio, foi direto para o gol, deixando tudo igual na partida. Ainda no último lance da partida, Rodallega foi expulso após falta dura em Vanderlei.

 

  • Classificação e próximos jogos

Com o empate, Bahia se mantem no terceiro lugar, agora com 52 pontos. Já o Operário, também se mantem em 19ª, com 31 pontos.

Ambos os times voltam a jogar na sexta-feira (30). Bahia visita a Chapecoense, às 21h30, na Arena Condá. Já o Operário recebe o Vila Nova, um pouco mais cedo, às 19h, no Germano Krüger.

VAVEL Logo