Na tarde deste domingo (3), o Santos acabou sendo derrotado pelo Athletico Paranaense pelo placar de 3 a 0, em plena Ligga Arena, os gols do duelo foram marcados por Vitor Bueno, Madson e Willian Bigode, respectivamente. A partida também contou com a despedida do jovem atacante Vitor Roque, que vestiu as cores do Furacão pela última vez em casa, antes do seu embarque para a Europa em janeiro, onde o mesmo vai ingressas a equipe do Barcelona.

O Peixe com esta derrota segue na sua luta intensa contra o rebaixamento para a segunda divisão, e contou com uma certa "sorte", tendo em vista que os seus dois adversários diretos, Vasco e Bahia, acabaram perdendo seus respectivos jogos e adiando a decisão para a última rodada do torneio. 

Não vai cair

Foto:Divulgação/Santos
Foto:Divulgação/Santos

Após o duelo, o treinador Marcelo Fernandes, falou um pouco sobre a frustração de a sua equipe ter saído novamente com um resultado elástico a seu desfavor, tendo perdido a segunda partida consecutiva por 3 a 0, mas apesar de todos os fatores, o mesmo afirmou ter o psicológico de seus jogadores em dia e também que o rebaixamento será evitado.

"Eu não estou sendo otimista para apagar a derrota. Muito pelo contrário. Perdemos uma partida em que jogamos muito bem no primeiro tempo. No segundo, ficamos em cima. Mas (quarta-feira) é decisão para nós e para todo mundo. Quando tudo isso começou, ninguém imaginava que chegaríamos vivos. Todo mundo tinha enterrado o Santos. Vamos dar a vida e o Santos não vai cair. Teremos uma partida difícil, mas sabemos o que galgamos para estarmos aqui. 

Trabalho Árduo

Marcelo comentou um pouco sobre o motivo das suas substituições realizadas durante o duelo, e concluiu exaltando as atuações da equipe da baixada santista, que neste momento depende apenas de si para que a queda para a série B seja evitada.

"As substituições são questões técnicas. Psicológicas, não. Eu quero deixar bem claro que o Santos galgou um caminho muito árduo para chegar na última rodada dependendo de si. Na partida hoje tomamos um gol de falta, estávamos muito bem no primeiro tempo. Querendo abrir o time, tentar o empate, que seria bom, mas nada, nada (deu certo)... Nosso vestiário está bem ciente, mas bem consciente do que construímos até agora para chegar na última rodada.

Projeção da última rodada

O comandante do peixão comentou sobre a projeção da sua equipe para a próxima, a última e decisiva rodada do Campeonato Brasileiro, onde será definido finalmente o destino da equipe para o próximo ano.

"Fomos a Salvador, onde ninguém mais acreditava (que o Santos venceria). O Santos está muito vivo, depende só de si na sua casa, com o apoio da sua torcida.

Próximo Compromisso

O Santos volta aos gramados na próxima quarta-feira (6), em que terá de enfrentar o Fortaleza, na Vila Belmiro, às 21h30. O confronto é válido pela última (38a) rodada do Campeonato Brasileiro 2023. 

VAVEL Logo
Sobre o autor