Na noite da última quarta-feira (06), em partida válida pela última rodada do Brasileirão, o Santos recebeu a equipe do Fortaleza na Vila Belmiro. Por uma coincidência, no ano do Brasileirão realizado em homenagem ao Rei Pelé o Santos foi rebaixado para a Série B.

Com uma combinação de resultados dos jogos do Bahia e do Vasco, que estavam em luta contra o rebaixamento, e com a derrota de 2 a 1 para o Fortaleza, o Santos terminou o campeonato na 17ª posição da tabela e sofre o rebaixamento.

  • Gallo pede desculpas ao torcedor

"A primeira coisa que temos de fazer é pedir desculpa, com bastante humildade, porque somos um clube desse tamanho, com essa camisa, esse peso, a gente sabe que é uma coisa que marca muito. Não esperávamos que isso fosse acontecer. Fizemos o possível e o impossível para que a gente pudesse pontuar mais [...] Infelizmente, não foi a pontuação necessária. Inicialmente, é isso. Peço desculpas ao nosso torcedor. A nossa mágoa é muito grande, além de gostar muito desse clube. Estávamos à frente de um processo que já estava bem difícil. Recuperamos pontos. Conquistamos alguns pontos importantes, jogos fora de casa, para chegar até aqui e ter nas nossas mãos a condição de defender o clube. Mas infelizmente não aconteceu."

Gallo também comenta sobre problemas internos dentro do clube
"A equipe tem muitos problemas técnicos. E essa correção não conseguimos fazer pelas próprias mãos, em função de só podermos contratar naquela pequena janela jogadores que estavam parados sem contrato. Sem transferir a responsabilidade, ela segue sendo nossa, mas isso é um fato", declarou o coordenador.

  • Porque o Santos caiu para a segunda divisão?

"Acho que é uma somatória, acho que o Santos vem há um tempo longo, pelo menos 8 anos, sofrendo. Aconteceram coisas que sangraram o Santos por um período longo, atrapalharam o período dessa gestão. Mas nada é justificável para transferir a responsabilidade, não existe covarde aqui nesse momento."
Gallo acrescentou sobre a qualidade da equipe: Nós tecnicamente temos uma equipe hoje que não conseguiu ter uma força para ter uma vitória a mais. Acabou não acontecendo.

"O Marcelo não veio porque o momento é trágico, importante, e eu acho que não é o momento de dar explicações técnicas com o que acontece no jogo. Eu fiquei muito p... com o que aconteceu. Muito p.... Porque a responsabilidade é de todos. O Santos não pode ter um Santos dentro do Santos. Eu descobri muita coisa errada no Santos, em todos os segmentos. Estou preparado para isso. Eu não podia tomar qualquer outra situação que fosse focar no campo. Conforto aos atletas, treinador. Toda a condição que os atletas têm em grandes clubes, o Santos deu."

  • O que fazer em 2024

"Melhorar as escolhas. O futebol é feito de escolhas. Se eu falo que temos problemas tecnicamente. Temos de melhorar escolhas, principalmente para uma competição específica. Mas o Santos tem de pensar já no Paulista, em ser campeão, se classificar. É tudo feito em cima de escolhas." declarou Gallo.

O Santos termina o Campeonato Brasileiro como 17º colocado com 43 pontos. No ano de 2024 o Santos disputará a segunda divisão do Brasileirão e o Campeonato Paulista.

VAVEL Logo
Sobre o autor