Santos e Corinthians se enfrentaram na noite desta quarta feira (7), na Vila Belmiro, a equipe da casa, teve como apoio o Caldeirão lotado, e conseguiu bater o rival por 1 a 0.

Com a vitória, o Santos atingiu os 15 pontos na competição, sendo líder tanto no seu grupo, quanto na classificação geral do Paulistão. Já o Corinthians permanece na lanterna do grupo C, e na zona de rebaixamento do campeonato.

Perda de intensidade

Ao ser questionado sobre uma possível perca de intensidade da primeira para a segunda etapa do jogo, Fabio Carille afirmou que as substituições do adversário trouxeram dificuldade para a sua equipe.

"Foi um primeiro tempo muito bom, e para mim até uns 20 do segundo também muito bom. Acho que na parte final, a gente chegou, a gente chutou no gol do Cássio ali. E o Corinthians acabou colocando muito jogadores por dentro que trouxe uma certa dificuldade para nós, mas o comportamento deles (jogadores do Santos), a entrega foi muito importante".

Incertezas para os próximos jogos

Carille comentou também sobre a grande rotina de jogos, que causam um medo na questões de lesões nos jogadores, como a do Juan Cazares que saiu forçadamente com dores ainda no primeiro tempo.

"Com certeza isso atrapalha porque a partir do momento que eu faço  do Cazares eu só fico com mais duas parada, né, já que eu não fiz no intervalo, por isso que nós fizemos duas ali, depois mais duas, para a gente utilizar todo mundo, principalmente na parte física"

O próximo duelo do Santos é contra o Mirassol no Estádio Municipal José Maria de Campos Maia e acontece na próxima domingo (11) às 18h.