LDU vence Fluminense com gol nos acréscimos e leva vantagem na decisão da Recopa
Foto: Divulgação / LDU

Na noite desta quinta-feira (22), em partida válida pelo jogo de ida da final da Recopa Sul-Americana 2024, a LDU de Quito venceu o Fluminense por 1 a 0, em casa, com gol de Alex Arce. Levando a vantagem para o jogo da próxima semana.

Pressão da LDU na altitude

Os brasileiros começaram trabalhando bastante a bola, mas assustaram seus torcedores, após Thiago Santos recuar forte para Fábio, que se esticou todo para evitar o gol contra. Já aos sete minutos, Cano caiu na grande área, o VAR ficou três minutos analisando o lance, mas mandou o jogo seguir.

O lateral Marcelo precisou dar lugar para Diogo Barbosa, após sentir dores em uma dividida com o adversário. Os visitantes começaram a sentir bastante dificuldade com a altitude e o LDU começou a atacar bastante. Zambrano soltou uma bomba da entrada da área, mas Fábio defendeu com a ponta dos  dedos. 

Minutos depois, o volante teve mais uma oportunidade, e mandou a bola tirando tinta da trave direita. O jogo foi paralisado, depois que alguns refletores se apagaram, aos 28 minutos, mas voltaram a funcionar rapidamente. Até que aos 30 jogados, Keno acionou Arias na grande área, que tentou uma cavadinha, mas o goleiro conseguiu fazer a defesa. 

Sebastián González e Hurtado tiveram boas oportunidades de abrir o placar, mas a bola saiu por centímetros. Aos 37 minutos, os dois ainda participaram de um lance inacreditável. Na bola cruzada da direita, Fábio espalmou para o meio da área e González sozinho, errou o alvo.

Nos minutos finais, novamente o jogo foi paralisado, por conta que os refletores se apagaram, mas voltaram em segundos. Já nos acréscimos, Piovi quase marcou um gol olímpico, mas Guga salvou em cima da linha. Quintero também levou perigo, porém parou no paredão do tricolor carioca. Assim as equipes foram para o intervalo com o placar zerado.

Vitória nos acréscimos

A segunda etapa começou com polêmica, em que no cruzamento da direita, a bola bateu no braço do Felipe Melo, mas a arbitragem e o VAR mandaram o jogo seguir, após entenderem que pegou primeiro no corpo do zagueiro.

Aos 14 minutos, Martinelli arriscou da intermediária, mas a bola subiu demais e foi por cima do gol. Em seguida, em bola cruzada para o meio da área, Hurtado bateu de primeira e Thiago Santos salvou na pequena área.

A partida ficou bem truncada, até que aos 35, após cobrança de falta para área dos equatorianos, Lelê furou e perdeu uma grande oportunidade. No tempo restante, a LDU foi toda para o setor ofensivo e Alzugaray cruzou para pequena área, a bola passou por todo mundo e Fábio espalmou no refelxo.

Já nos acréscimos, em falta cobrada para área do time carioca, Alex Arce apareceu sozinho e desviou para o fundo do gol. No primeiro momento o árbitro anulou por impedimento, mas após análise do VAR, foi confirmado a posição legal e abertura do placar para os mandantes, em Quito.

No último lance do jogo, Douglas Costa cobrou falta direta para o alvo, mas mandou para fora. Dessa maneira, o confronto encerrou com vitória equatoriana, por 1 a 0, levando a vantagem para o jogo da volta, no Rio de Janeiro.

Decisão da Recopa

O jogo de volta da competição, será na próxima quinta-feira (29), às 21h30, no Maracanã. A LDU chega com vantagem de um gol, podendo levar o título até com o empate.

Próximos jogos

O LDU encara o Macara, pelo Campeonato Equatoriano, na segunda (4), às 21h, em casa. Já o Fluminense encara o Flamengo, pelo Campeonato Carioca, no próximo domingo (25), às 16h, no Maracanã.

VAVEL Logo