Sampaio Corrêa 2016: Petkovic comanda esquadrão que busca surpreender outra vez

Comandado pelo técnico Petkovic, o Sampaio não gera grandes expectativas para o torcedor

Sampaio Corrêa 2016: Petkovic comanda esquadrão que busca surpreender outra vez
Vavel Brasil

O maior campeão do Campeonato Maranhense, com 32 títulos, a equipe do Sampaio Corrêa não tem grandes expectativas até o momento para a série B do brasileiro. A torcida da Bolívia Querida espera por contratações para equipe sonhar pela briga no acesso a primeira divisão nacional em 2017. O Sampaio ainda não empolgou em 2016, a equipe vive de muitos altos e baixos e passa por grande desconfiança não só da torcida mas também da imprensa local. O Sampaio trouxe muitos jogadores para a temporada, já dispensou alguns dos contratados e ainda promete ter mais mudanças.

Inicio da temporada

O Sampaio Corrêa perdeu praticamente todo o time considerado titular da última temporada, apenas o zagueiro Luiz Otávio e os atacantes Edgar e Jheimy permanceram. Jheimy acabou por deixar a equipe após a terceira rodada do Campeonato Maranhense, o atacante acertou sua ida para o Criciúma. O técnico Marcelo Chamusca chegou para o lugar de Leo Condé, que acabou não renovando o contrato. Com o novo treinador vieram muitos jogadores destaque para Genilson, Auremir e Walfrido que Chamusca trouxe do Fortaleza, seu ex-clube. Depois vieram os laterais Guilherme Lucena de Náutico e Guilherme Santos do Criciúma, que conseguiram alguma destaque.

Apesar de não encantar o Sampaio começou bem a temporada, com quatro vitórias consecutivas no primeiro turno do Campeonato Maranhense e sete pontos nos primeiros jogos da Copa do Nordeste. Pelo estadual o tubarão acabou se classificando em segundo lugar no grupo A, perdendo para o Moto Club nos criterios de desempate. Nas semifinais perdeu foi eliminado pelo Maranhão, depois de perder o primeiro jogo por 1 a 0 e empatar o jogo de volta em 3 a 3.

Após a desclassificação no maranhense, o Sampaio foi derrotado pelo Ceará na Copa do Nordeste. Os resultados ruins e o afastamento dos atacantes Pimentinha e Henrique culmiram na demissão do técnico Marcelo Chamusca. Por fim a equipe tricolor acabou ficando no segundo lugar do Grupo E da Copa do Nordeste, também não conseguindo a classificação.

Para o lugar de Marcelo Chamusca o presidente do Sampaio Corrêa, Sergio Frota trouxa o sérvio Petkovic. Depois da chegada de Petkovic também foram contratados o goleiro Rafael, o zagueiro Rodrigo Arroz, o volante Diego Lorensi, o meia Pedrinho, o atacante Damasceno, além do experiente volante Marcos Assunção de 39 anos. Com o novo treinador o tricolor se classificou novamente na segunda colocação do Grupo A no Campeonato Maranhense. Enfrentará agora o Imperatriz na semifinal. Se quiser conquistar o seu 33° campeoanato estadual, o Sampaio Corrêa precisa vencer o segundo turno e derrotar o campeão do primeiro turno, Moto Club na final. 

Na Copa do Brasil, o Sampaio eliminou o Inter de Lages na primeira fase. Após vencer fora por 2 a 1 e ser derrotada em casa por 1 a 0, o tubarão conseguiu classificação por marcar mais gols fora de casa.

O presidente Sergio Frota ainda promete alterações no plantel de jogadores para o restante da temporada, André Penalva, Taianan e Walfrido já foram dispensados, mas atletas podem sair. E a contratação de pelo menos cinco jogadores ainda é esperada.

Temporada passada

Em 2015 o Sampaio Corrêa chegou a final do Campeonato Maranhense, mas acabou sendo derrotada para Imperatriz. Até venceu a primeira partida por 2 a 1, mas levou 3 a 1 do Imperatriz no jogo de volta. Na Copa do Nordeste, o Sampaio não passou da primeira fase. Pela Copa do Brasil, o tricolor maranhense passou pela Estrela do Norte do Espírito Santo, mas na segunda fase não resistiu ao Palmeiras e foi eliminado com uma goleada por 5 a 1 no jogo de volta.

No Campeonato Brasileiro Série B 2015, o Sampaio Corrêa fez uma boa campanha. Chegou a brigar pelo acesso para a primeira divisão em boa parte do torneio, mas no final perdeu força e acabou terminando a competição na oitava colocação com 58 pontos, 15 vitórias, 13 empates e 10 derrotas. O meia Nádson, hoje no Paranã foi o artilheiro do Sampaio no torneio com 10 gols.

Destaque

Quem está fazendo diferença para o Sampaio Corrêa é o atacante Edgar. Depois da grande reformulação no elenco, Edgar que já está no clube à alguns anos se tornou protagonista e é o artilheiro do time na temporada. Os laterais Guilherme Lucena e Guilherme Santos também prometem, os atletas agradam na temporada.

Técnico

Petkovic chegou para substituir Marcelo Chamusca, demitido em março. Este é apenas o terceiro trabalho do ex-meia sérvio como técnico, ele já havia passado pelo Atlético/PR Sub-23, Criciúma e agora chega ao tubarão querendo engrenar de vez sua carreira.