Vila Nova 2016: Tigre busca mostrar que não é 'apenas' o clube de Wendell Lira

O Tigre goiano retorna à Série B como campeão da terceira divisão nacional

Vila Nova 2016: Tigre busca mostrar que não é 'apenas' o clube de Wendell Lira
Foto: Editoria de arte VAVEL/Gabriel Miranda

O Vila Nova retorna a Série B do Campeonato Brasileiro após sagrar-se campeão da terceira divisão nacional e chegar ao segundo título da competição. No dia 21 de novembro de 2015, no Serra Dourada, o Tigrão fez 4 a 1 na equipe do Londrina e garantiu a conquista da Série C.

Ao lado de Goiás e Atlético-GO, o Vila formará o trio goiano na disputa da segunda divisão do Brasileirão. O Esmeraldino foi rebaixado, já o Atlético garantiu a permanência na Série B. A equipe vilanovense estreará na competição nacional diante do Bragantino, no Serra Dourada, no dia 13 ou 14 de maio.

Início da temporada

O Tigrão chegou às semifinais do Campeonato Goiano e foi eliminado pelo seu rival Goiás. Na primeira fase competição a equipe treinada pelo técnico Rogério Mancini teve 50% de aproveitamento dos pontos disputados, em 14 partidas, colecionou cinco vitórias, seis empates e três derrotas.

Nas semifinais empatou a primeira partida contra o time esmeraldino por 1 a 1 e no jogo da volta foi derrotado por 1 a 0 e deu adeus ao campeonato estadual. Na disputa da Copa Verde, onde foi convidado a participar, a equipe goiana foi eliminada pelo Gama, com dois empates em 0 a 0 e o time do Distrito Federal tendo vencido nos pênaltis, no Bezerrão.

Temporada passada

Em 2015, o tradicional Vila Nova disputou a segunda divisão do Campeonato Goiano. O time sagrou-se campeão com 11 vitórias em 14 jogos disputados, tendo liderado o grupo A na primeira fase e terminado o quadrangular final também na primeira posição, garantindo o título e o retorno para a elite do futebol goiano.

Destaque

Roger, jovem jogador é um dos destaques do Vila Nova. Com apenas 20 anos, o meia-atacante teve uma rápida mudança em sua vida, Roger praticamente não atuou nas categorias de base, entretanto, há aproximadamente dois anos, deixou o campo de uma “pelada” na cidade de Senador Canedo, na Região Metropolitana de Goiânia, para tentar a sorte no Tigrão.

O meia-atacante destacou-se na disputa da Copa São Paulo de Futebol Júnior e recebeu oportunidade do treinador Roberto Mancini, que trabalhou com Roger nas categorias de base do Tigre.

Roger é o primeiro da esquerda para direita, na fila de baixo (Foto: Divulgação Vila Nova)
Roger é o primeiro da esquerda para direita, na fila de baixo (Foto: Divulgação Vila Nova)

Técnico

O técnico do time vilanovense é Rogério Mancini, que havia trabalhando como interino e foi efetivado pela diretoria para a disputa da Série B do Brasileirão. Rogério carrega boas experiências nacionais e internacionais. Já foram sete partidas a frente da equipe goiana, tendo vencido duas vezes, empatado três e sofrido duas derrotas. 

Foto: Wildes Barbosa
Foto: Wildes Barbosa