Mesmo com vice-campeonato, CSA domina Seleção VAVEL do Campeonato Alagoano 2016

Azulão do Mutange teve ótima campanha que culminou no retorno do calendário no segundo semestre; Galo tem destaques na defesa, no meio e no ataque; Coruripe e Murici também tem valores individuais

Mesmo com vice-campeonato, CSA domina Seleção VAVEL do Campeonato Alagoano 2016
Mesmo com vice-campeonato, CSA domina Seleção VAVEL do Campeonato Alagoano 2016

A edição 2016 do Campeonato Alagoano chegou ao fim neste domingo (08). Após três temporadas, os clubes mais tradicionais de Alagoas voltaram a se enfrentar em uma decisão. Como aconteceu em 2013, o CRB levou a melhor sobre o CSA ao vencer os dois jogos e comemorar o bicampeonato com vitória de 3 a 0 no placar agregado. Embora seja algo tradicional, a VAVEL Brasil monta pela primeira vez a Seleção do Campeonato Alagoano.

Mesmo com o vice-campeonato, a campanha do CSA é algo destacável. O time chegou à decisão com 44 pontos ganhos em 18 partidas disputadas, e apenas uma derrota. Embora não tenha faturado o título, é destacável a campanha de encher os olhos do torcedor, que ficou animado com a arrancada do time na competição estadual. Ao todo, seis nomes figuram na lista: Jeferson, Leandro Souza, Rafinha, Jean Cléber, Didira e João Paulo Penha, além do técnico Oliveira Canindé.

O bicampeão CRB também tem destaque. O segundo maior detentor de troféus do Campeonato Alagoano tem três nomes importantíssimos para a equipe. Pilares nos três setores, Jonathan Bocão, Olívio e Lúcio Maranhão são nomes certos e que agradam toda a massa regatiana. Além disso, foram nomes destacáveis na formação inicial do Galo que levou ao título estadual.

Destaque também para valores individuais nas equipes que disputaram as semifinais, mas não chegaram à decisão. Um dos destaques do Coruripe, quarto colocado, foi o zagueiro Williames José. Irmão do atacante Williams José, com passagens por Grêmio, São Paulo, Real Madrid B e hoje no Las Palmas, o defensor teve atuações seguras, embora o time não tenha obtido sucesso no momento decisivo.

O destaque do terceiro colocado Murici e que ficou na artilharia do Campeonato Alagoano ao lado de Lúcio Maranhão foi Kattê. O jovem garoto já foi observado em edições anteriores do torneio por destacadas atuações. Em 2015, o time do Murici estava fora da competição, mas conseguiu liminar que garantiu sua participação. Desacreditado, a equipe alviverde da Zona da Mata buscou classificação ao hexagonal na última rodada e brigou pela semifinal também na rodada derradeira. Embora eliminado nas semifinais pelo CSA, o time conseguiu o terceiro lugar e a vaga no Campeonato Brasileiro da Série D.

A Seleção VAVEL do Campeonato Alagoano 2016 está formada por: Jeferson; Jonathan Bocão, Leandro Souza, Williames José e Rafinha; Jean Cléber, Olívio, Didira e João Paulo Penha; Kattê e Lúcio Maranhão.

Seleção VAVEL do Campeonato Alagoano 2016
Jeferson (CSA)
Jonathan Bocão (CRB) - Leandro Souza (CSA) - Williames José (Coruripe) - Rafinha (CSA)
Jean Cléber (CSA) - Olívio (CRB) - Didira (CSA) - João Paulo Penha (CSA)
Kattê (Murici) - Lúcio Maranhão (CRB)
Técnico: Oliveira Canindé (CSA)

Craque do Alagoano 2016: Jean Cléber (CSA)

Uma das primeiras contratações do Azulão do Mutange para a temporada 2016, o volante Jean Cléber cumpriu com o prometido. Após boas atuações no Campeonato Brasileiro da Série C 2015 com a camisa do América-RN e do Botafogo-PB, Jean Cléber foi contratado para ser um dos principais nomes do CSA. E as atuações muito boas foram determinantes para o sucesso da equipe. Mesmo com a derrota na final, o volante foi um dos melhores em campo com a camisa azulina

Revelação do Alagoano 2016: Luidy (CRB)

Com apenas 18 anos de idade e utilizado aos poucos nas primeiras partidas do CRB no Campeonato Alagoano, o atacante Luidy ganhou espaço e não decepcionou a torcida e a comissão técnica do Galo. Ganhou a titularidade e, junto com Lúcio Maranhão, foi importante para os gols que levaram o Regatas ao título.