Brasil de Pelotas vence Bragantino em casa e adentra o G4 da Série B

Xavante exerceu mando de campo com propriedade e venceu com gols de Felipe García e Ramón

Brasil de Pelotas vence Bragantino em casa e adentra o G4 da Série B
Felipe Garcia comemora o gol de abertura do placar. (Foto: Jonathan Silva/G.E Brasil)
Brasil de Pelotas
2 0
Bragantino
Brasil de Pelotas: Eduardo Martini; Wender, Cirilo, Leandro Camilo e Marlon; Leandro Leite, Washington, Felipe Garcia, Diogo Oliveira (Nena, 48/2ºT) e Ramon (Nathan, 28/2ºT); Marcos Paraná (Marcão, 38/2ºT). Técnico: Rogério Zimmermann.
Bragantino: Felipe; Alemão, Jesiel, Éder Lima e Bruno Pacheco; Serginho, Renan (Leandro Brasília, intervalo), Thiago Santos (Léo Jayme, 28/2ºT), Edson Sitta (Oliveira, 38/2ºT) e Zambi; Eliando. Técnico: Alberto Félix (interino).
Placar: 1-0, 8' 1T, Felipe Garcia 2-0, 11' 2T, Ramon
ÁRBITRO: André Luiz de Freitas Castro comanda o duelo, auxiliado por Márcio Soares Maciel e Henrique Neu Ribeiro
INCIDENCIAS: Partida válida pela terceira rodada da Série B do Campeonato Brasileiro

Na noite desta terça-feira (24), o Brasil de Pelotas conseguiu mais um triunfo na Série B do Campeonato Brasileiro. Recebendo o Bragantino no Estádio Bento Freitas, o Xavante se impôs e selou importante vítoria por 2 a 0, com gols de Felipe Garcia Ramon, em boa atuação dos comandados de Rogério Zimmermann. Essa foi a segunda vitória dos pelotenses na competição.

Com o triunfo, o rubro-negro ocupa agora a quarta colocação na tabela de classificação, com seis pontos ganhos, enquanto o time de Bragança Paulista junta-se ao Sampaio Corrêa na lanterna da competição, sendo os únicos dois times que ainda não conquistaram pontos no torneio.

O time de Pelotas volta a campo na sexta-feira, quando enfrentará o Goiás (11°) no Estádio JK, em Itumbiara. Já o alvinegro paulista receberá o Tupi (13°), que vem embalado de vitória contra o Paysandu (18°) por 5 a 1.

Rubro-Negro sai na frente e domina primeiro tempo

Não demorou muito para o time da casa mostrar quem iria mandar na partida. Pressionando a saída de bola dos adversários, o Brasil tinha mais controle do jogo, e isso resultou na criação de jogadas rápidas. Numa delas, logo aos 8', Felipe Garcia brigou com os marcadores e aproveitou cruzamento de Ramon para, de peixinho, marcar o primeiro gol do jogo.

Na segunda metade dos primeiros 45 minutos da partida, o Bragantino conseguiu melhorar levemente. Com 30' no cronômetro, Eliandro recebeu passe de Thiago Santos e ficou sozinho com Eduardo Martini, que observou a bola beijar a trave direita e sair em linha de fundo. Com defesas providenciais do goleiro Felipe, o placar inalterou-se até o final da etapa.

Ramon marca e assegura vitória Xavante

O segundo tempo dava ares de mudanças na estratégia dos visitantes. Lançando-se para o ataque, o time de Bragança Paulista deixava muitos espaços, que os donos da casa, por sua vez, não conseguiam aproveitar, levando Zimmermann à loucura na área técnica.

Mesmo assim, o rubro-negro mostrou sua força e recebendo passe de DiogoRamon livrou-se da marcação e deslocou o goleiro Felipe, que nada pôde fazer: apenas observou a bola entrando de leve no canto esquerdo para ampliar o placar a favor dos mandantes.

O resto da partida foi de um Bragantino atônito, que errava muitos passes e não mostrava serviço. No final, o Brasil de Pelotas apenas trocou passes e assistiu sua segunda vitória na Série B se concretizar ao apito final de André Luiz de Freitas Castro.