Em jogo morno, Mogi Mirim e Portuguesa empatam sem gols pela Série C

Jogando no Estádio Vail Chaves, equipes não conseguem sair do zero e seguem sem vencer na competição

Em jogo morno, Mogi Mirim e Portuguesa empatam sem gols pela Série C
Foto: Divulgação/Mogi Mirim
Mogi Mirim
0 0
Portuguesa
Mogi Mirim: Gustavo; Edvan, Henrique Motta, Gladstone e Bruno Pelé; Ramos (Edmar), Alan Mota Neto Paulista e Diego Torres (Kaio); Roni e Diego Clementino (Keké).
Portuguesa: Douglas; Cesinha, Guilherme Almeida, Matheus e Caique; Bruno Oliveira (Ferdinando), Cario Cezar, Vinícius e Bruno Nunes (Bruno Mineiro); Gustavo Tocantins e Bruno Xavier (Guilherme Schettine).

Nesse domingo (29), Mogi Mirim recebeu a Portuguesa, pela segunda rodada da Série C do Brasileirão, e não conseguiu vencer a primeira na competição, empatando em 0 a 0. Resultado também foi ruim para a Lusa que igual o Sapão, perdeu na primeira rodada e segue sem vencer na competição.

A partida começou de jeito morno, com a Portuguesa tendo mais posse de bola, mas o Mogi Mirim levando mais perigo a meta de Douglas. Aos sete minutos, Alan Mota cruzou para Diego Clementino, mas o goleiro Douglas conseguiu a antecipação. A Lusa ameaçou aos 17 minutos, em escanteio cobrado por Gustavo Tocantins, Bruno Oliveira subiu livre e cabeceou para fora.

Aos 22 o Sapo assustou denovo, em boa jogada de Diego Clementino, o atacante limpou o zagueiro e chutou para grande defesa de Douglas. Minutos depois foi a vez da Lusa, com um chute mascado de Bruno Nunes que obrigou o goleiro Gustavo a espalmar a bola pela linha de fundo.

A Portuguesa quase abriu o placar aos 34 minutos, quando Gustavo Tocantins recebeu livre, driblou o goleiro do Mogi e chutou, porém Gladstone salvou em cima da linha mantendo o zero a zero n placar.

No fim do primeiro tempo, o Mogi Mirim passou perto de sair na frente na partida. Edmar enfiou linda bola para Roni, que chutou e a bola explodiu no travessão, e no rebote Diego Clementino chutou fraco nas mãos do goleiro Douglas.

Lusa melhor na segunda etapa

A segunda parcial teve um dominio maior lusitano, que buscava o gol com um volume maior na partida. Mas o primeiro susto foi do Mogi, em chute de Alan Mota que acabou em grande defesa de Douglas. Depois foi a vez da Lusa, que viu  Schettine enfiar bela bola para Caio Cézar que chutou mascado carimbando o travessão de Gustavo.

Aos 36 teve polêmica na partida, quando Bruno Mineiro subiu de cabeça e relou a mão na bola, deixando ela sobrar para Schettine que soltou o pé e obrigou Gustavo a fazer grande defesa. Roni teve duas chances gol no fim do jogo, aos 45 e 49, quando em ambas o atacante recebeu e bateu para fora, sacramentando o zero a zero no placar.

Agora as equipes jogarão novamente só no final de semana. No Sábado, às 16 horas a Portuguesa recebe o Ypiranga-RS no Canindé. No domingo, o Mogi Mirim enfrenta o Guaratinguetá, no Estádio Agostinho Prada, em Limeira/SP.