CRB vence Vila Nova de virada no fim e encosta na parte superior da tabela

Goianos abriram placar no primeiro tempo, mas alagoanos conseguiram vencer duelo de alvirrubros na reta final e conquistaram segunda vitória no torneio nacional longe de seus domínios

CRB vence Vila Nova de virada no fim e encosta na parte superior da tabela
(Foto: Douglas Monteiro/Vila Nova)
Vila Nova
1 2
CRB
Vila Nova: Edson; Jefferson Feijão, Anderson, Vinícius Simon e Marcelo Cordeiro; Victor Bolt, Robston (Maguinho – 16’/2ºT), Fabinho (Dudu – 28’/2ºT), Jean Carlos e Roger; Vandinho (Frontini – intervalo). Técnico: Rogério Mancini.
CRB: Juliano; Marcos Martins (Elton Lira – 16’/2ºT), Adalberto, Flávio Boaventura e Diego Corrêa; Olívio, Matheus Galdezani, Dakson (Jonathan Bocão – intervalo), Gérson Magrão e Luidy (Rodolfo – intervalo); Neto Baiano. Técnico: Mazola Júnior.
Placar: 1-0, Fabinho, 23'/1ºT. 1-1, Adalberto, 39'/2ºT. 1-2, Rodolfo, 45'/2ºT.
ÁRBITRO: Emerson Luiz Sobral (PE), auxiliado por Bruno César Chaves Vieira (PE) e Risley Pinheiro Martins (RR) | Cartões amarelos: Vinícius Simon (VN - 02'/1ºT), Anderson (VN - 09'/1ºT) e Maguinho (VN - 43' e 46'/2ºT) | Cartões vermelhos: Maguinho (VN - 46'/2ºT).
INCIDENCIAS: Partida realizada no Estádio Serra Dourada, em Goiânia/GO, na noite desta terça-feira (31). Jogo válido pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro da Série B 2016.

No duelo de alvirrubros, o CRB se apoiou no oportunismo e na competência nas finalizações de cabeça para conquistar um importante duelo. O Galo venceu o Vila Nova de virada por 2 a 1 na noite desta terça-feira (31). O jogo foi realizado no Estádio Serra Dourada, em Goiânia/GO, válido pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro da Série B 2016. Fabinho abriu o placar para os donos da casa, mas os visitantes viraram nos minutos finais com gol de Adalberto e Rodolfo.

Com o resultado, o Regatas encostou na parte de cima da tabela de classificação. Os alagoanos subiram provisoriamente para o quinto lugar, com nove pontos ganhos, e espera os resultados do complemento da rodada para saber a real situação da equipe. Por outro lado, os goianos sofreram a quarta derrota consecutiva em cinco jogos, e caíram para a 18ª posição, na zona de rebaixamento, com apenas três pontos ganhos.

A próxima rodada será realizada no fim desta semana. O Vila Nova tem mais um confronto a ser disputado diante do torcedor, no Estádio Serra Dourada, e enfrenta o Paraná Clube às 20h30 da sexta-feira (03). Por sua vez, o CRB joga novamente fora de casa e mede forças contra o Avaí às 21 horas do sábado (04), no Estádio da Ressacada, em Florianópolis/SC.

Pressão do Vila Nova resulta em vantagem no primeiro tempo

O CRB não mudaria a postura conhecida em jogos fora de casa. O time ficou completamente fechado no campo de defesa, à espera de um contra-ataque para tentar abrir vantagem longe de seus domínios. Porém, o Vila Nova não deixou espaços para o clube visitante atacar. Os donos da casa pressionaram em toda a etapa inicial. As primeiras chegadas do clube goiano não levaram perigo à meta defendida por Juliano, que realizava tranquilas defesas. Com o tempo, porém, os mandantes pressionaram com mais intensidade.

O primeiro lance perigoso aconteceu aos 18 minutos. Jean Carlos resolveu decidir por conta própria e arriscou da intermediária. A bola acertou o travessão de Juliano. Três minutos depois, nova chance rubra. Jean Carlos deu belo passe para Jefferson Feijão. O lateral-direito cruzou, Robston finalizou com perigo e tirou tinta da trave. No lance seguinte, Vandinho girou, chutou de esquerda e o goleiro do Regatas fez ótima defesa.

No entanto, não teve como o arqueiro do time alagoano defender e evitar o gol da equipe da casa. Aos 23 minutos, Victor Bolt apareceu no campo de ataque e deu belo passe para Fabinho. O meia chutou de primeira e marcou o primeiro tento para a equipe do Vila Nova. A pressão continuou intensa. Aos 27, Fabinho chutou, a bola desviou e ficou com Roger. O meia tentou finalizar, mas foi travado pela zaga e a bola saiu pela linha de fundo. Com o tempo, o time se preocupou em segurar a vantagem e diminuiu a intensidade no ataque para segurar a vantagem durante toda a etapa inicial.

Segundo tempo equilibrado e CRB vira o jogo nos minutos finais

Os treinadores das duas equipes realizaram modificações com o objetivo de reforçarem as estratégias da etapa inicial. Enquanto o Vila Nova buscava a manutenção do resultado positivo, o CRB visava o empate para conquistar um ponto precioso dentro de casa. A etapa complementar começou mais quieta. Os times começaram a procurar oportunidades de finalização.

Aos oito minutos, Fabinho chutou com perigo de dentro da área, mas errou o alvo. Aos 13, o Galo teve excelente chance de igualar o marcador. Rodolfo fez boa jogada pela esquerda e tocou para Gérson Magrão. O meia chutou para o gol e o goleiro Edson fez segura defesa para manter a vantagem goiana. Aos 18, nova chance para o Vila. Roger foi acionado pela direita, entrou na área e finalizou. Juliano defendeu.

Com o passar do tempo, a partida ficou aberta, com bons momentos para os dois times, que buscavam o gol a todo o instante. Mas os sistemas de marcação travavam os ataques e levava a melhor. Quando chegaram ao ataque, levaram muito perigo. Aos 36 minutos, Jean Carlos acionou Dudu e o meia arriscou com força. O goleiro Juliano tocou na bola e a pelota bateu no travessão. Quando o CRB respondeu, conseguiu o empate. Após três escanteios consecutivos, Gérson Magrão ficou com a sobra e cruzou para Adalberto. O zagueiro desviou de cabeça e igualou o placar.

Animado com o gol, o time regatiano partiu para o ataque em busca da virada. Aos 44 minutos, Diego Corrêa cobrou falta de longe e acertou a trave. Neto Baiano ficou com o rebote e finalizou na rede pelo lado de fora. No minuto seguinte, a virada do CRB. Matheus Galdezani cruzou na área, Rodolfo se infiltrou na defesa e cabeceou para a segunda vitória do Galo fora de casa.