Pela Série B, Brasil de Pelotas e Luverdense duelam buscando manutenção no alto da tabela

100% em casa até agora, Xavante pode igualar a pontuação do líder Vasco em caso de vitória; Alviverde visa entrada no G4

Pela Série B, Brasil de Pelotas e Luverdense duelam buscando manutenção no alto da tabela
Contra o Paysandu, meia Diogo Oliveira fez, de pênalti, o gol da vitória do Brasil (Foto: Carlos Insaurriaga/ G.E. Brasil)
Brasil
Luverdense
Brasil: Eduardo Martini; Wender, Leandro Camilo, Cirilo e Marlon; Leandro Leite, Washington, Felipe Garcia, Diogo Oliveira e Ramon; Marcos Paraná. Técnico: Rogério Zimmermann
Luverdense: Gabriel Leite; Raul Prata, Luiz Otávio, Everton e Paulinho; Da Matta; Sérgio Mota, Ricardo, Jean Patrick e Régis; Alfredo. Técnico: Júnior Rocha
ÁRBITRO: Devarly Lira do Rosario (ES), auxiliado por Ramires Santos Candido (ES) e Leonardo Mendonça (ES)
INCIDENCIAS: Jogo válido pela sexta rodada da Série B do Campeonato Brasileiro 2016, no Bento Freitas, em Pelotas (RS)

A noite desta sexta-feira (3) reserva um bom confronto entre duas equipes que estão na parte de cima da tabela da Série B do Brasileirão. A partir das 20h30, Brasil de Pelotas e Luverdense medem forças no estádio Bento Freitas, em Pelotas. O jogo é válido pela sexta rodada do campeonato.

Em cinco partidas disputadas, o Rubro-Negro, que chega de triunfo sobre o Paysandu, somou dez pontos. Desta forma, se credencia a ocupar o terceiro lugar. Tendo conquistado dois pontos a menos, o Verdão de Lucas do Rio Verde é sexto colocado e na última rodada bateu o Atlético-GO.

A arbitragem do confronto fica por conta de Devarly Lira do Rosario. Ele será auxiliado por Ramires Santos Candido e Leonardo Mendonça. O trio é do Espírito Santo.

Por mais uma rodada, Brasil não tem desfalques

Antes do início de campeonatos nacionais, é comum ver treinadores alertando sobre o pouco espaço de tempo entre as partidas. Apesar disso, até agora, o técnico Rogério Zimmermann não sofreu com nenhuma ausência para montar o time xavante. Nesta semana, o comandante levantou a possibilidade de poupar algum titular, mas não deve fazer isso contra o Luverdense.

Como se não bastasse, Zimmermann ainda ganhou duas novas peças. Na quarta, o volante Nem foi apresentado. Treinando há duas semanas em Pelotas, somente agora ele foi oficializado devido a questões burocráticas que demoraram a ser resolvidas. O atleta de 28 anos está emprestado pelo Figueirense. Um dia depois, foi a vez do veloz atacante Elias, 22 anos, virar integrante do elenco vermelho e preto.

Foto: Jonathan Silva/G.E. Brasil

Mesmo com Nem já disponível, visto que teve o nome publicado no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF, a tendência é que a equipe seja a mesma sem novidades. Rogério falou sobre a montagem do time: ''A decisão de quem começa jogando na sexta acontece na quinta, porque é quando os jogadores me dizem como se sentem. Evidentemente o desgaste é muito grande. Existe a possibilidade de alterar algo''.

Com isso, o provável Brasil que vai a campo com Eduardo Martini; Wender, Leandro Camilo, Cirilo e Marlon; Leandro Leite, Washington, Felipe Garcia, Diogo Oliveira e Ramon; Marcos Paraná.

Longa viagem e cansaço são adversários a mais para o Luverdense

Não é novidade que a cada compromisso fora de casa pela Série B o Luverdense precise viajar 350 km até Cuiabá para em seguida pegar um voo rumo ao estado do rival. Desta vez, no entanto, o fator cansaço é ainda pior. Após vencer o Atlético-GO na noite de terça, o elenco alviverde se reapresentou quarta pela manhã e já iniciou trajeto rumo a Pelotas.

Entre a vitória sobre o Atlético e o encontro com o Brasil, dois nomes foram confirmados como reforços do Luverdense: o meia-atacante Diogo Sodré e o velho conhecido Tozin, artilheiro do clube em 2013 e 2015. Enquanto Sodré fica disponível na próxima rodada, o matador só pode atuar a partir do dia 20, visto que estava no exterior e precisa esperar a abertura da janela.

De pênalti, Alfredo abriu o placar contra o Atlético-GO (Foto: Divulgação/Site oficial do Luverdense)

Desde o fim da tarde de quinta na terra do Xavante, o Verdão vai quase completo ao gramado do Bento Freitas. O único desfalque é o volante Muralha, que sentiu dores musculares na coxa justamente pelo excesso de minutos em campo. Autor de um dos gols no triunfo de terça, Da Matta deve ser o substituto.

O técnico Júnior Rocha analisou o Rubro-Negro, adversário desta noite: ''É um time entrosado, com laterais ofensivos e uma bola parada muito eficiente. Todas as faltas praticamente eles alçam na área. Não podemos nos desconcentrar em nenhum segundo'', disse.

Provável Luverdense: Gabriel Leite; Raul Prata, Luiz Otávio, Everton e Paulinho; Da Matta; Sérgio Mota, Ricardo, Jean Patrick e Régis; Alfredo.