Após nova derrota, diretoria e Ricardo Drubscky conversam e treinador não permanece no Tupi

Treinador não resiste à pressão após Galo Carijó perder quinta partida seguida na Série B do Brasileirão e amargar vice-lanterna da competição

Após nova derrota, diretoria e Ricardo Drubscky conversam e treinador não permanece no Tupi
(Foto: Leonardo Costa/tupifc.esp.br)

O Tupi anunciou, na manhã desta quarta-feira (8), a saída do técnico Ricardo Drubscky, após comum acordo com a diretoria do Galo Carijó. O profissional deixa o cargo após acumular a quinta derrota seguida na Série B do Brasileirão, após tropeçar diante do Oeste, por 1 a 0, em Juiz de Fora/MG, nesta terça-feira (7)

O resultado negativo manteve o Tupi na vice-lanterna da competição, somando apenas três pontos, conquistados na goleada mineira sobre o Paysandu, por 5 a 1. Após o duelo desta terça, o diretor de futebol carijó, Gustavo Mendes, assegurou a permanência de Drubscky no cargo, mas protestos e vaias da torcida tornaram a situação do profissional insustentável.

A segunda passagem do treinador pelo Tupi termina de maneira diferente da primeira, quando foi campeão da Série D, em 2011. Ricardo Drubscky chegou ao Galo Carijó novamente em fevereiro deste ano, quando o técnico Junior Lopes deixou o comando do time. 

Desta maneira, Drubscky esteve à frente do Tupi no Campeonato Mineiro. Com seis derrotas, um empate e quatro vitórias, o Galo ficou apenas em 9º lugar na competição. A partir de então, os mineiros focaram na Série B, onde a diretoria já havia anunciado que faria baixos investimentos no time.

Confira a nota divulgada pelo Tupi:

"Em uma conversa manhã desta quarta-feira, 8, Ricardo Drubscky, em comum acordo com a diretoria do Tupi, decidiu não mais continuar como treinador da equipe. O Tupi Foot Ball Club agradece a chance de ter contato pela segunda vez com este técnico tão qualificado, um dos mais vitoriosos da centenária história do Galo Carijó."