CSA goleia Guarani de Juazeiro e conquista primeira vitória na Série D

Azulão passeia no primeiro tempo e não precisa de muitos esforços para vencer equipe do interior do Ceará

CSA goleia Guarani de Juazeiro e conquista primeira vitória na Série D
(Foto: Alisson Frazão/Ascom CSA)
CSA
6 0
Guarani de Juazeiro
CSA: Jeferson; Denílson, Leandro Souza, Douglas Marques e Rafinha; Jean Cléber, Éverton Heleno, Cleyton, Bismarck (Kattê - 19'/1ºT [Kelvin - 17'/2ºT]) e Jefferson Maranhense; Jônatas Obina (Marcelo Nicácio - 19'/2ºT). Técnico: Oliveira Canindé.
Guarani de Juazeiro: Diego; Edgard (Fernando - intervalo), Afonso, Henrique e Jaime; Gleidson, Ronda e Jhonata; Kelvis (Dejavan - 27'/2ºT), Danilo Lins (Juninho - 16'/2ºT) e Philco. Técnico: Edson Leivinha.
Placar: 1-0, Cleyton, 08'/1ºT. 2-0, Cleyton, 16'/1ºT. 3-0, Leandro Souza, 28'/1ºT. 4-0, Jônatas Obina, 29'/1ºT. 5-0, Jônatas Obina, 38'/1ºT. 6-0, Marcelo Nicácio, 36'/2ºT.
ÁRBITRO: Clizaldo Luiz di Pace França (PB), auxiliado por Maxwell Rocha da Silva (AL) e Cláudio Camilo da Silva (AL) | Cartões amarelos: Edgard (GJU - 43'/1ºT), Henrique (GJU - 44'/2ºT).
INCIDENCIAS: Partida realizada na tarde deste domingo (19), no Estádio Rei Pelé, em Maceió/AL, válida pela segunda rodada da fase de grupos do Campeonato Brasileiro da Série D 2016.

O último jogo oficial no Estádio Rei Pelé foi frustrante para o torcedor do CSA, que viu o time perder o título do Campeonato Alagoano para o arquirrival. O primeiro jogo válido pelo Campeonato Brasileiro da Série D também não agradou a massa azul, que viu o time ser derrotado pelo Parnahyba no litoral do Piauí.

No reencontro com o azulino, a equipe do Mutange precisava apagar as más impressões deixadas nos dois últimos jogos oficiais. E, sem maiores esforços, o escrete encheu-se de confiança e de motivação para os jogos à frente. Na tarde deste domingo (19), o CSA goleou o Guarani de Juazeiro por 6 a 0, em confronto válido pela segunda rodada da fase de grupos. Cleyton (duas vezes), Jônatas Obina (duas vezes), Leandro Souza e Marcelo Nicácio foram os autores dos gols da partida.

Com o resultado, a equipe alagoana conquista a primeira vitória e sobe para o segundo lugar do Grupo A6, com três pontos ganhos. Sem pontuar e completamente perdido, o clube cearense ocupa a lanterna da mesma chave. A próxima rodada será realizado no fim da semana que vem. O Azulão encara o líder Central de Caruaru em mais um jogo a ser realizado no Estádio Rei Pelé, em Maceió/AL. O Guaraju encara o Parnahyba no Estádio Romeirão, em Juazeiro do Norte/CE. Os dois confrontos serão realizados às 16 horas do domingo (26).

Muitos gols e exibição de classe no primeiro tempo

A primeira boa oportunidade do CSA veio aos quatro minutos, quando o lateral-direito Denílson aproveitou bom cruzamento de Cleyton. O goleiro do Guaraju se assustou. Os lances iniciais davam indício de que o time azul teria muita tranquilidade. Aos seis minutos, Jônatas Obina marcou, mas a arbitragem anulou o lance.

Dois minutos depois, a vitória excelente começou a ser construída. Rafinha avançou pela lateral-esquerda e cruzou para Cleyton. O meia dominou a bola e finalizou sem chances para o goleiro Diego. Placar aberto no Rei Pelé. A pressão no ataque continuou e o segundo gol não demorou a sair. Após cruzamento de Jefferson Maranhense, Cleyton assinalou seu segundo tento no jogo, o segundo do Azulão.

O CSA dominava a posse de bola, o Guarani de Juazeiro apenas deixava os donos da casa jogar. Assim, ficou fácil para a vantagem ser ampliada ainda mais e a tranquilidade ficar maior. Aos 28 minutos, após cobrança de escanteio, o zagueiro Leandro Souza subiu mais alto que todos e cabeceou para deixar sua marca no Trapichão. E a vitória tornou-se goleada no lance seguinte. Defesa cearense deu brecha e Jônatas Obina aproveitou para marcar o quarto gol azul.

Em momento absolutamente favorável, os alagoanos continuaram a ser impiedosos. Aos 38 minutos, Rafinha cobrou escanteio e jogou a bola na área. Jônatas Obina também assinalou tento pela segunda vez no confronto.

CSA cadencia jogo e fecha goleada

Era evidente que o CSA iria diminuir a intensidade da partida após construir a inesperada e elástica vantagem de 5 a 0 nos primeiros 45 minutos iniciais. Os primeiros 10 minutos da etapa complementar, o Guarani de Juazeiro tentou marcar seu gol de honra. Aos quatro minutos, Kelvis cobrou falta e o goleiro Jeferson fez a primeira defesa na partida. Aos cinco, Kelvis recuperou a bola no meio de campo, passou pela marcação e chegou com perigo na pequena área. O arqueiro azulino fez defesa providencial.

Os cearenses aproveitaram o relaxamento azulino, principalmente por causa dos passes errados, para tentar armar contra-ataques. Aos 14 minutos, Jaime se livrou dos marcadores e chutou cruzado. A bola foi para fora e faltou alguém para completar o lance e diminuir a diferença no placar.

Com as modificações realizadas pelos treinadores das duas equipes, o CSA mudou a postura. Com jogadores dispostos a buscar sua vaga na equipe titular, os azulinos voltaram a atacar. Aos 26 minutos, Jean Cléber cruzou para Marcelo Nicácio, e o atacante acionou Éverton Heleno. O meia devolveu para Jean Cléber e chutou. A defesa dividiu e a bola foi para escanteio.

Os visitantes quase chegaram ao primeiro gol aos 32 minutos, quando Dejavan chutou de fora da área e Jeferson fez excelente intervenção. Aos 36, em contra-ataque, o CSA respondeu e fechou o placar. Em jogada rápida, Éverton Heleno subiu pelo lado direito de ataque e cruzou para Marcelo Nicácio. O centroavante testou no canto, sem chances de defesa, para o sexto gol azulino.

O gol de Marcelo Nicácio deu números finais ao confronto. A partida se encaminhou ao seu final sem maiores movimentações. Após o apito final, o técnico do Guarani de Juazeiro, Edson Leivinha, pediu demissão ainda no gramado. Além da goleada, os cearenses visam a reabilitação sem comissão técnica.