Buscando a liderança, Atlético-GO recebe surpreendente Londrina pela Série B

Dois pontos distante do primeiro lugar, Dragão toma a frente da tabela se vencer; triunfo do Tubarão o colocará próximo ao G-4

Buscando a liderança, Atlético-GO recebe surpreendente Londrina pela Série B
Foto: Divulgação/Atlético-GO
Atlético-GO
Londrina
Atlético-GO: Márcio; Matheus Ribeiro, Marllon, Lino, Michel; Pedro Bambu, William Schuster, Magno Cruz, Marquinho, Jorginho; Alison. Técnico: Marcelo Cabo.
Londrina: Marcelo Rangel; Lucas Ramon, Matheus, Luizão, Paulinho; Jumar, Germano, Rafael Gava, Zé Rafael; Paulinho Moccelin, Keirrison. Técnico: Claudio Tencati.
ÁRBITRO: Thiago Duarte Peixoto (SP). Auxiliares: Anderson José de Moraes Coelho (SP) e Leila Naiara Moreira da Cruz (DF).
INCIDENCIAS: Partida válida pela 16ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro 2016, a ser realizada no estádio Serra Dourada, em Goiânia/GO.

Tem futebol nesta terca-feira (12), dia tradicional da Série B do Campeonato Brasileiro 2016. No Serra Dourada, a partir das 19h15, Atlético-GO e Londrina se enfrentam, em partida válida pela 16ª rodada. O Dragão quer assumir a liderança do campeonato e o Tubarão, no meio da tabela, quer se aproximar da briga pelas primeiras colocações.

A equipe goiana ocupa a segunda colocação, com 29 pontos. Dois atrás do líder, Vasco da Gama. Só a vitória interessa ao Atlético na busca pela liderança. Os paranaenses ocupam o 10º lugar, com 21 pontos. Uma vitória aproxima o Londrina do G-4, diminuindo a distância para apenas três pontos.

O Atlético-GO olha para cima e quer subir mais um degrau

"Só o cume interessa". É na liderança que o Dragão quer terminar a 16ª rodada da Série B. Para isso, a equipe treinada por Marcelo Cabo realizou em sua última atividade antes da partida, no CCT do Dragão, uma movimentação mais leve, visando não desgastar demais os atletas.

Tem gente saindo e tem gente chegando à equipe titular. Gilsinho, que levou o terceiro cartão amarelo no clássico contra o Goiás, fica de fora. Cabo tem quatro opções para substituí-lo, sendo a mais provável a entrada de Jorginho. Luiz Fernando também tem chances de assumir a vaga. Uma alteração mais complexa é a entrada do lateral-esquerdo Raul, que alteraria o esquema. Quem retorna é Júnior Viçosa, após três partidas ausente se recuperando de lesão. A ideia inicial do treinador do Dragão é colocar o jogador no andamento do jogo.

Marcelo Cabo fez uma breve análise do confronto desta noite. O comandante lembrou que o Londrina é arisco fora de casa, tendo conseguido resultados expressivos como, por exemplo, a vitória sobre o Bahia na Arena Fonte Nova por 2 a 1. O treinador sabe que, como mandante, o seu time terá de propor o jogo, algo que faz bem, mas é preciso estar atento para conseguir um bom resultado.

"O Londrina regressou à Série B após algum tempo e vem fazendo um ótimo campeonato. É um time que soma pontos fora de casa e temos que ter cuidado com isso. O Atlético vai tentar colocar seu jogo em prática, temos que nos manter focados e unidos para chegar a mais um resultado positivo, vai ser muito importante", declarou.

Com fome de G-4, Tubarão quer morder uma vaga próxima ao céu

Postulante a uma vaga perto da zona de acesso à Série A, o Londrina do técnico Cláudio Tencati tem alguns problemas na definição do time titular. Inclusive, estas mudanças afetarão o esquema de jogo a ser implantado diante do time goiano. Do 4-1-4-1, usado na maioria das partidas, para o 4-4-2.

Quem terá uma chance entre os onze titulares é o "eterno" atacante Keirrison, que assumirá o lugar de Itamar, poupado devido ao desgaste físico. As demais alterações se definiram entre cartões, lesões e opções do técnico. O volante Jumar assume a posição do meia Igor Miranda, sendo esta a principal mudança a afetar o esquema. Suspenso devido ao terceiro amarelo sofrido no empate diante do Paysandu, Leo dá lugar a Paulinho na lateral esquerda. , que saiu sentindo dores na mesma partida, será substituído por Paulinho Moccelin.

Cláudio Tencati explicou suas alterações. Justificando a escalação de Keirrison devido ao já citado desgaste de Itamar, o treinador comentou que alterou o esquema tático não apenas pelos desfalques, mas também devido à formação do adversário. Com a alteração, o Londrina será um pouco mais defensivo.

"O Keirrison começa, o Itamar vai ficar no banco, até pelo acúmulo de jogos e pelo desgaste físico. A entrada do Jumar é mais por uma questão de posicionamento, projetando o que o técnico do Atlético-GO pode fazer de mudanças, e pelo estilo de jogo deles", disse.