CRB vence Tupi e segue próximo à liderança da Série B

Alvirrubro empata na liderança da competição, mas perde no saldo de gols para o Vasco da Gama; mineiros seguem afundados na zona de rebaixamento

CRB vence Tupi e segue próximo à liderança da Série B
(Foto: Pei Fon/TNH1/Especial à VAVEL Brasil)
CRB
3 0
Tupi
CRB: Júlio César; Jonathan Bocão, Diego Jussani, Flávio Boaventura e Diego Corrêa; Olívio, Matheus Galdezani (Somália, min. 75), Gérson Magrão e Roger Gaúcho (Assisinho, min. 83); Luidy (Welinton Júnior, min. 65) e Zé Carlos. Técnico: Mazola Júnior.
Tupi: Rafael Santos; Douglas, Rodolfo Mol, Gabriel Santos e Bruno Costa; Renan Teixeira, Jataí, Vinícius Kiss, Gabriel Sacilotto (Thiago Espíndula, min. 57) e Jonathan (Recife, min. 85); Octávio (Rubens, min. 57). Técnico: Estevam Soares.
Placar: 1-0, min. 29, Zé Carlos. 2-0, min. 47, Matheus Galdezani. 3-0, min. 81, Welinton Júnior.
ÁRBITRO: Dewson Fernando Freitas da Silva (FIFA/PA), auxiliado por Márcio Gleidson Correia Dias (Aspirante FIFA/PA) e Luís Diego Nascimento Lopes (PA) | Cartões amarelos: Gabriel Santos (Tupi, min. 14), Bruno Costa (Tupi, min. 34), Renan Teixeira (Tupi, min. 61), Rafael Santos (Tupi, min. 74), Zé Carlos (CRB, min. 74)
INCIDENCIAS: Partida disputada no Estádio Rei Pelé, em Maceió/AL, na noite desta quinta-feira (14). Jogo válido pela 16ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B 2016.

O CRB tinha nas mãos a oportunidade de manter a boa campanha. Diante do torcedor, que compareceu em bom número ao Estádio Rei Pelé, em Maceió/AL, o time alagoano tinha a chance de conquistar uma vitória sobre o Tupi e alcançar a liderança do Campeonato Brasileiro da Série B. E conseguiu. Em jogo válido pela 16ª rodada, o Regatas venceu por 3 a 0. Zé Carlos, Matheus Galdezani e Welinton Júnior marcaram os gols que garantiram mais uma vitória ao time da casa.

Com o resultado, os alagoanos somam 31 pontos, empatados com o Vasco da Gama, líder da competição, mas fica na segunda colocação por causa do saldo de gols. Em uma situação completamente oposta, o Tupi segue afundado na zona de rebaixamento, na penúltima posição, com apenas 12 pontos.

A próxima rodada será realizada durante a semana que vem, e os clubes voltam a entrar em campo às 16 horas do sábado (23). O Tupi encara o Atlético-GO no Estádio Mário Helênio, em Juiz de Fora/MG, enquanto o CRB mede forças contra o Paysandu na Curuzu, em Belém/PA.

Zé Carlos aproveita oportunismo e abre vantagem regatiana

No primeiro tempo, o CRB fez o padrão. Dentro de casa, ao lado da torcida, contra um adversário em má fase, o time alagoano foi para o ataque. Nos primeiros minutos, a dificuldade foi grande em furar o bloqueio da equipe visitante, mas era questão de tempo para o Regatas conseguir atacar, uma vez que o time estava praticamente dentro do campo ofensivo e deixava o adversário encurralado na defesa.

Aos poucos, o alvirrubro conseguia adotar a estratégia de bombardear o frágil adversário. Aos 13 minutos, Gérson Magrão acionou Matheus Galdezani em um belo toque de calcanhar, mas o goleiro Rafael Santos fez providencial defesa. Três minutos depois, Diego Corrêa tocou para Gérson Magrão e o meia finalizou de bico para quase abrir o marcador. Aos 23, após cobrança de escanteio executada por Gérson Magrão, Matheus Galdezani desviou e quase Zé Carlos conseguiu completar a jogada.

Mas no segundo lance em que o centroavante regatiano foi acionado, o CRB conseguiu abrir o marcador. Aos 29 minutos, Luidy acionou Roger Gaúcho e o meia chutou. O goleiro Rafael Santos espalmou para a área e Zé Carlos aproveitou o rebote para balançar as redes e abrir o marcador no Rei Pelé.

O Tupi tentava sair aos poucos, com a finalidade de encontrar uma oportunidade para levar perigo e buscar o empate. Os mineiros encontraram uma oportunidade excelente para igualar o marcador. Aos 39 minutos, o zagueiro Flávio Boaventura tocou a bola com a mão e a arbitragem assinalou penalidade máxima. Porém, na cobrança, Jonathan bateu no canto esquerdo e Júlio César defendeu.

Regatas administra segundo tempo e sela vitória

A vantagem já era muito boa e o CRB tratou de não dar espaços ao azar. Aos dois minutos, Matheus Galdezani recebeu a bola no campo de ataque, passou por dois marcadores, entrou na área e bateu cruzado, sem chances de defesa para Rafael Santos. Diante desse cenário, não teve outro jeito. O segundo tempo foi completamente dominado pelos alagoanos.

O meio de campo regatiano controlava a bola e não dava espaços para o Tupi trocar passes e, consequentemente, atacar. Com isso, restava ao CRB atacar quando pudesse. Aos 10 minutos, Gérson Magrão fez bela jogada, aplicou belo drible em Douglas, mas a jogada não teve sucesso.

O time da casa relaxou e deu a oportunidade para o adversário trocar passes. Mas a deficiência do Tupi impedia que os mineiros assustassem. Os donos da casa aproveitavam para levar perigo nos contra-ataques, como também costumam fazer. Aos 28 minutos, Zé Carlos deu lindo lançamento para Roger Gaúcho, e o meia recebeu sozinho. De frente para o gol, na cara do goleiro, Roger finalizou para a defesa de Rafael Santos.

No lance seguinte de ataque, um belo gol para coroar a vitória. Zé Carlos deu uma cavadinha, Welinton Júnior dominou a pelota no peito e bateu sem chances de defesa para sacramentar o triunfo que deixou os regatianos em total euforia.